Centro de ensino superior piauiense ltda faculdade piauiense – fap teresina coordenação do curso de licenciatura em história disciplina: psicologia i professora: moema alencar análise do filme: precisamos falar sobre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5798 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Seção de Obras Raras do IHGP, “Confederação do Equador a Província da Parahyba” – Da Colleção Presidentes da Parahyba – Correspondência com o Ministério do Império. Officinas Ghaphicas do Archivo Nacional. v. 4. 10 de março de 1823.

ARTIGOS

DIÁLOGOS COM MICHEL DE CERTEAU SOBRE PESQUISA NAS CIÊNCIAS HUMANAS Francisco das Chagas de Loiola Sousa105

RESUMO A proposta deste artigo éestabelecer um diálogo com Michel de Certeau sobre o trabalho do pesquisador no campo da História e das Ciências Humanas, em geral. Para tal intento, a sua obra, A escrita da História, é referência para esta reflexão. Os procedimentos teóricos e metodológicos das investigações nas Ciências Humanas, especialmente na área da História, são aqui analisados. A este respeito, o presente trabalho privilegia aanálise do modo de produção do conhecimento científico adotado nas academias pelos grupos de pesquisa. Além disso, discutiremos alguns dos aspectos da vida acadêmica, como, por exemplo, as regras oficiais e as não-ditas que regem a vida dos pesquisadores nas instituições superiores de ensino e pesquisa. Palavras-chave: conhecimento científico, pesquisa e instituição.

ABSTRACT

105

Professor doCentro de Formação de Professores da Universidade Federal de Campina Grande.

204

The purpose of this paper is to establish a dialogue with Michel de Certeau on the work of researcher in the field of history and the humanities in general. For this purpose, his work, The Writing of History, is a reference for this discussion. The theoretical and methodological procedures of research in theHumanities, especially in the area of history, are reviewed here. In this regard, this paper focuses on the analysis of the production of scientific knowledge in the academies adopted by research groups. Furthermore, we discuss some academic aspects, for instance, the official and not official rules which regulate the practices of researchers under universities.

Keywords: scientific knowledge,research and institution .

INTRODUÇÃO

O nosso diálogo com Michel de Certeau tem como referência A escrita da História (1982)
106

, obra fundamental não só para os historiadores, mas também para os pesquisadores das

Ciências Humanas em geral. A abordagem de Certeau sobre as perspectivas teóricas e os procedimentos metodológicos das investigações historiográficas modernas traz para odebate atual questões que sugerem certas revisões e/ou reflexões no modo de produção do conhecimento adotado nas academias. Para Certeau, os métodos investigativos, dos últimos três ou quatro séculos, não cobrem a espessura nem a extensão do real. Neste sentido, boa parte do material coletado era descartado pelo pesquisador por extrapolar os limites teóricos das suas propostas de pesquisa. Contudo,estes “resíduos” ou conteúdos “descartados” tendem a ganhar, atualmente, novos significados com os procedimentos da narrativa historiográfica. Assim, o trabalho de contar, relatar e interrogar os acontecimentos ganha mais liberdade com as narrativas, o que proporciona também maior dignidade aos documentos e aos mortos, ou seja, às memórias dos sujeitos eleitos para compor o quadro de análise nainvestigação. Nessa operação historiográfica, que está limitada à capacidade de análise do objeto em
106

Essa obra de Michel de Certeau foi publicada originalmente, em 1975, na França pelas Éditions Gallimard com o título L’Écriture de l’Histoire.

205

questão, exige-se do pesquisador a percepção das relações entre um lugar, eleito na proposta de pesquisa, os procedimentos adotados nasanálises e a elaboração de um texto, que implica em diálogos com a literatura produzida pelo grupo de estudo ao qual o projeto de pesquisa está institucionalmente vinculado. Nesses grupos ou escolas de pesquisadores, existem as leis do meio acadêmico, o não-dito, que tem tanto poder de decisão quanto as regras oficiais publicizadas pelas instituições ou academias de pesquisas. Essas escolas de...
tracking img