Cenario economico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11243 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 03
2. ANÁLISE SOBRE O CENÁRIO ECONÔMICO BRASILEIRO 04
2 Breve Resumo da História Econômica do Brasil 07
1. PIB 12
2. Comércio Internacional 13
3. Contas Públicas 14
4. Dívida Pública Interna 14
5. Carga Tributária 14
6. Crises Cambiais &FMI 14
7. Responsabilidade Fiscal 15
8. População 15
3. INVESTIMENTOS 16
3.1 Multiplicador Keynesiano 18
3.2 Multiplicador de Investimentos 18
3.3 Gastos do Governo 19
4. PRODUTO NACIONAL BRUTO (PNB) 21
5 PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) 23
6 FLUXO BÁSICO DA ECONOMIA 257 CONSUMO 26
8 RENDA 28
9 JUROS 29
9.1 Juros Compostos 32
10. INFLAÇÃO 33
10.1 Principais tipos de inflação 33
10.2 Principais índices de inflação 34
10.3 Glossário da inflação 35
10.4 Histórico do quadro inflacionário no Brasil 37
11 CÂMBIO 38
12BALANÇA DE PAGAMENTOS 42
12.1 Estrutura 43
13 ANÁLISE (IMPACTO DAS VARIÁVEIS MACROECONÔMICAS SOBRE OS PRODUTOS COMERCIAIS – DE INVESTIMENTO) 46
13.1 Cenário Médio 47
14 CONCLUSÃO 48
15 GLOSSÁRIO 49
16 BIBLIOGRÁFIAS 50













































I.INTRODUÇÃO




Este projeto tem a finalidade de analisar o atual cenário econômico brasileiro e compreender seu contexto dentro da economia mundial, através do entendimento dos conceitos técnicos de palavras proferidas diariamente através dos veículos de comunicação.

Permite não apenas observar o curso tomado pela economia brasileira frente aos impactos de variáveis conjecturas externas e internasnão previstas como a possibilidade de avaliar os erros e acertos das projeções da macroeconomia e o comportamento do governo diante das ameaças à estabilidade econômica.

Para atingir este objetivo foram realizadas diversas pesquisas em fontes variadas como livros, revistas, jornais e consultas à Internet.














2. ANÁLISE SOBRE O CENÁRIO ECONÔMICO BRASILEIRO



“O Brasilfinalmente está despertando”.Título da reportagem do jornal The Guardian, publicado em 10/05/2008. Segundo o diário britânico, o motivo deve-se ao cenário positivo da economia atual como boom do commodities, a alta da moeda brasileira, ao controle da inflação, ao bom desempenho das exportações e principalmente à classificação de grau de investimento recebida da Standard & Poor's, (S&P).
Dos 22graus disponíveis no sistema de avaliação da S&P, o Brasil foi promovido ao grau 13, o mínimo possível para ter o grau de investimento, ou BBB, no linguajar dos investidores, faltam ainda 9 graus para chegar ao topo AAA.
A promoção revela ao mercado um progresso da capacidade da nossa economia de satisfazer a necessidade de garantia dos investimentos, conseqüentemente, a redução do chamadoRisco-País – a diferença entre a taxa de juros de seus papéis, públicos e privados, com relação aos papéis de mais alta qualidade classificados na S&P com o rating AAA (nove graus acima do BBB).
O risco-Brasil deve revelar uma substancial redução, beneficiando com menor taxa de juro os papéis privados e soberanos que emitimos no mercado internacional.

A metodologia da S&P para avaliar os ratingssoberanos abrange nove grandes campos políticos e econômicos e, dentro deles, 39 fatores assim distribuídos:
1. Riscos políticos (6).
2. Estrutura da economia (7).
3. Perspectivas de crescimento (2).
4. Flexibilidade fiscal (5).
5. Endividamento governamental (4).
6. Compromissos financeiros externos (2).
7. Flexibilidade monetária (5).
8. Liquidez externa (4);...
tracking img