Cenário nacional 1940-1960

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1362 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Católica de Brasília – UCB Arquitetura e Urbanismo

Cenário sócio politico e Cultural no Brasil (1940-1960)

Brasília, Df 2013

Universidade Católica de Brasília Pró-reitoria de Graduação Centro de Ciências Sociais Aplicadas Curso de Arquitetura e Urbanismo Introdução a Arquitetura e Urbanismo

Cenário sócio politico e Cultural no Brasil (1940-1960) Gabriella Amorim 29 demarço de 2013

Cenário sócio político no Brasil (1940-1960) O Brasil dos anos 1940 era profundamente diferente daquele que havia existido durante a Primeira República. De todas as mudanças que aconteceram, talvez a mais importante tenha sido a que dizia respeito ao novo eleitorado que então surgia. Em consequência das reformas educacionais - reforma do ensino médio -quando Gustavo Capanema eraministro da Educação, em 1942, que instituiu o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI (FERREIRA) - o voto feminino, os índices de participação eleitoral, em declínio desde o fim do Império (quando os analfabetos foram excluídos de votaraumentam sensivelmente. Por volta de 1945, a quantidade de eleitores já era bem grande e cada vez mais apresentando um perfil cada vez mais urbano). Essasmudanças implicaram em uma alteração no perfil dos candidatos e dos eleitores. Os eleitos foram ficando cada vez menos sujeitos aos coronéis. Após o fim do estado novo (1937-1945), a experiência eleitoral vivida pelos egressos do antigo Partido Republicano Paulista, em contraste com o retorno do ex-ditador ao poder. Por isso , para muitos pesquisadores, a década e 1950 é um momento de consolidaçãode uma prática política definida como populista -multiplicam-se os políticos que apelam para as massas urbanas e não mais consideram as elites como portadoras de um modelo a ser seguido (Del Priore).

Devido as transformações implementadas durante a primeiro governo de Getúlio Vargas, o modelo de industrialização se depara com sérias dificuldades. Não se trata mais de simplesmente substituir osprodutos de consumo importados por similares nacionais, mas sim de incrementar um modelo de desenvolvimento industrial articulado. Em outras palavras, tratava-se de saber como seria possível produzir internamente automóveis, navios e maquinário ligados à mecânica pesada, bens que dependiam de capitais elevados e de tecnologia avançada. Naquela época as circunstâncias políticas internacionais emgrande parte favorecem a UDN. Durante a Segunda Guerra Mundial, na luta contra o nazifascismo, Estados Unidos e União Soviética se aproximam. A postura anticomunista por parte dos governos capitalistas declina. No Brasil , legaliza- se o PCB, ainda que por um curto período. No entanto após a guerra, a posição norte-americana sofre uma inflexão: o comunismo torna-se a principal ameaça. Em 1945, osEstados Unidos, n os ataques a Hiroshima e Nagasaki, demonstraram as consequências de seu poderio. Quatro anos mais tarde, foi a vez de a União Soviética revelar ao mundo seu arsenal atômico em testes no deserto do Cazaquistão. Em um contexto como esse, um confronto entre EUA e União Soviética colocaria em risco a sobrevivência do planeta. Essa situação leva à transferência dos conflitos para ospaíses subordinados a cada uma dessas potências. Como seria de esperar, a nova política internacional concede pouca autonomia às áreas de influência; atitude que implica ver

nas políticas nacionalistas ora uma guinada rumo ao capitalismo no caso do bloco norte-americano. No início dos anos 1950, parte do Exército brasileiro e a União Democrática Nacional, que chegou a contar com um pequenoagrupamento de socialistas, depois estabelecido em partido próprio, transitam para posturas cada vez mais afinadas com o anticomunismo. Acusa-se Getúlio de tramar novos golpes, agora com base nos setores nacionalistas e sindicais. Dessa forma, a Guerra Fria, que inicialmente contribui para o retorno do ex-ditador, visto como uma forma de contrabalançar a influência dos comunistas, torna-se um...
tracking img