Caule e raiz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CAULE
Farmacodiagnose: Drogas Constituídas de Caules e Raízes
Profa. Alessandra Guedes Salvador, 2011.

• Órgão vegetal portador de folhas e de suas possíveis modificações, inclusive estruturas reprodutivas, estabelecendo ligação entre estas partes e raízes. • Na maioria das vezes é aéreo, existindo, entretanto, caules subterrâneos e aquáticos. • Função: Suportar folhas, flores e frutos.Reserva de nutrientes e de água Propagação Vegetativa Síntese de substâncias

CAULE – MORFOLOGIA EXTERNA
• Gema – Região meristemática protegida por primórdios foliares ou escamas. • Nó – Região onde ocorre inserção das folhas no caule • Entrenó – Região localizada entre dois nós consecutivos. • Folhas – Expansão lateral dos caules

CLASSIFICAÇÃO
Porte e Quantidade de Lignina Herbáceo – Caulecontendo pouco material lignificado, geralmente com coloração esverdeada e flexível. Arbustivo – Caules lenhosos ramificados, não ultrapassam mais de 3 metros de altura. Arbóreo – Caules geralmente bastante lignificados, alcançando dimensões consideráveis acima de 3 metros.

CLASSIFICAÇÃO
Classificação dos Caules Tronco - caule das árvores, lenhoso, engrossa Haste - caule das ervas, verde,mole e fino Eretos Estípite - caule das palmeiras, cilíndrico sem meristemas secundários Colmo - caule das gramíneas, dividido em gomos Trepadores Rastejantes Subterrâneos Aquáticos Sarmentoso - que se agarra por gavinhas Volúvel - que se enrola em um suporte Estolão - rastejante, que vai se alastrando pelo chão encontrado nas bananeiras,

HABITAT
• Caules Aéreos: Eretos, Trepadores e RastejantesEretos:
Tronco Estipe Colmo Haste

Aéreos

Rizoma - caule subterrâneo samambaias e outros

Tubérculo - ramo de caule que entumesce para armazenar reservas Com parênquimas aeríferos que servem para respiração e flutuação

1

CAULES ERETOS
• Tronco – Característico de árvores e arbustos. Apresenta-se ramificado e suas partes são bastantes lignificadas.

CAULES ERETOS
• Estipe –Caule cilíndrico, geralmente sem ramificações, apresenta uma roseta de folhas terminais.

CAULES ERETOS
• Colmo – Caule cilíndrico, de dimensão constante, apresentando nós e entrenós bem visíveis. Podem ser cheios ou ocos

CAULES ERETOS
• Haste – Frágil, geralmente de cor verde, ramificado, característicos de plantas herbáceas.

CAULES RASTEJANTES
• Estolho e Sarmento
– Estolho – crescemparalelos à superfície da terra, e emitem raízes adventícias e ramos em nós consecutivos, alternados ou em esporádicos. Ex: morangueiro – Sarmentos – Rastejantes apresentam um único ponto de fixação no solo. Ex: abóbora, melancia

CAULES SUBTERRÂNEOS
• Rizomas, Tubérculos e Bulbos.
– Rizomas e Tubérculos: São caules subterrâneos que pelo aspecto geral, lembram a forma de raízes. Apresentamgemas e folhas modificadas (catafilos), apresentam nós e entrenós, cicatrizes de quedas de hastes caulinares ou de folhas. Quando o crescimento é definido e acumula reserva são chamados de tubérculos e de rizoma quando o crescimento é indefinido.

2

CAULES SUBTERRÂNEOS
• Rizomas e Tubérculos

CAULES SUBTERRÂNEOS
• Bulbos - são órgãos que possuem estruturas
complexas. Em sua constituiçãopode ser evidenciado : O Prato – peça sólida de natureza caulinar Gemas ou rebentos As Raízes localizadas na região basal do prato Catafilos ou folhas modificadas

BULBOS

BULBOS

TUNICADO

ESCAMOSO

SÓLIDO

CAULES ADAPTADOS ASSIMILAÇÃO
• Cladódios – caules achatados, lembram folhas em formas de laminas longas, adaptados a função clorofiliana.

CAULES ADAPTADOS ASSIMILAÇÃO
•Filocládios - caules achatados, lembrando folhas,
de crescimento limitado, apresentam além da função clorofiliana, servem de reservatório de água.

3

ANATOMIA
• Estrutura Primária de Caules - Dicotiledôneas e Gimnospermas • A anatomia do caule, numa estrutura de crescimento primário, apresenta os sistemas de tecidos dérmico, fundamental e vascular

ANATOMIA
• Estrutura Primaria de Caule -...
tracking img