Cateterismo vesical

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5588 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATOLICA DO PARANÁ
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE
CURSO DE ENFERMAGEM



















CATETERISMO VESICAL






















CURITIBA
2004
ANGELA DANIELI MIGUEL





















CATETERISMO VESICAL


Trabalho de graduação apresentado ao programade aprendizagem Metodologia da Assistência de Enfermagem da graduação em enfermagem do 2º período, para obtenção de nota, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.


Orientadora: Profª Marilin Hohl



















CURITIBA
2004
1 INTRODUÇÃO
Alguns dos fatos históricos relacionados com ocateterismo vesical, como a primeira referência conhecida sobre invasão do trato urinário é da civilização egípcia do ano 3000 a 1440 A.C. Os gregos, romanos e chineses utilizavam tubos de cobre e laca para dificuldades na drenagem de urina, já nas ruínas de Pompéia, 79 D.C. foram encontrados vários modelos. Avicena, um cientista do século X idealizou uma sonda de couro animal. No século XIIIforam elaborados cateteres de prata e seda trançada, e no século XIX, os franceses idealizaram as sondas de Beniqué, Mercier, Nelaton, Guyon e Malecot.
A sondagem vesical é a introdução de uma sonda ou cateter estéril até a bexiga, através do orifício externo da uretra ou meato urinário, afim de retirar seu conteúdo (a urina). Todo cateterismo deve ser realizado com rigor absoluto de assepsia eantissepsia. A excreção urinária e renal de resíduos metabólicos é necessária à vida. No paciente com distúrbio urológico ou com função renal marginal, deve-se ter cuidado para assegurar a adequação da drenagem urinária e preservação da função renal. Os cateteres variam em tamanho, formato, comprimento, material e configuração. O tipo de cateter escolhido depende de seu objetivo. Existem dois tiposde sistemas de drenagem: aberto e fechado. Há três tipos de cateteres: os coletores externos, os cateteres de alivio e os cateteres de demora. Os coletores externos que são a bolsa coletora (para coletar pequenas quantidades de urina), e o uropen (usado para drenar a diurese em pacientes com incontinência urinária) estes tem riscos de garrotear o pênis, lesar a pele devido umidade local evazamentos.
O cateter de alivio é uma sonda estreita, colocada na bexiga até que ela seja temporariamente drenada ou que tenha sido obtido um volume suficiente para constituir uma amostra da urina. O cateter de demora também é chamado de sonda de demora, porque é colocado no interior da bexiga e mantido ali durante um período de tempo. O tipo mais comum de cateter de demora é a sonda Foley (2 vias) e deOwens (3 vias). Para manter a funcionalidade da sonda quando há entupimento usa-se seringa ou sonda de 3 vias para fazer uma irrigação.


































2 ANATOMIA
Sistema urinário: a excreção consiste na eliminação das substâncias inúteis ou nocivas ao organismo, resultantes da atividade celular. Rim é formado por uma cápsula que envolveexternamente por um córtex e pela medula, são dois órgãos glandulares com formato de feijão. Na região do córtex estão situados os néfrons. O rim filtra o sangue e seleciona o que deve ser eliminado, também regula quantidade de água no organismo. Néfrons - nos néfrons o sangue é filtrado, dessa filtração resulta a urina, é feita por filtração glomerular, reabsorção tubular e secreção tubular. Asecreção tubular elimina na urina as substâncias químicas desnecessárias ao corpo. Ureter é um duto, que também é um canal que comunica o rim com a bexiga, transportam a urina da pelve renal à bexiga urinária. Bexiga é uma bolsa de parede elástica que pode aumentar em volume. Sua função é acumular a urina produzida pelo rim. Uretra é um duto que se comunica com o meio externo, sua função é eliminar...
tracking img