Casos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aula IV
Os desafios éticos da cidadania e da democracia em
tempos de globalização
“Descolonizar é olhar o mundo com os próprios olhos, pensá-lo de um ponto de
vista próprio”, diz a narradora do documentário de Sílvio Tendler “Encontro com
Milton Santos ou O Mundo Global Visto do Lado de Cá” (2007), logo à sua abertura.
Muitas vezes, consumimos notícias sobre o que se passa no mundo ou emnossas
próprias comunidades sem nos perguntarmos por que certos fatos são considerados
notícias, de quem é a perspectiva a partir da qual esses fatos são interpretados e o que
pode estar sendo silenciado com a contínua divulgação de certas interpretações. No
entanto, para podermos olhar o mundo através de nosso próprio prisma, a informação e
o conhecimento que acessamos não deve ser recebidaacriticamente (não deve, portanto,
ser consumida). Para olhar o mundo com os próprios olhos, não devemos nos contentar
com as imagens e o vocabulário das agências que sustentam um processo colonizador.
Devemos, sim, fazer um esforço para conhecer outros pontos de vista a fim de que
nossa interpretação acerca do que se passa não esteja sob o controle rígido e insuspeito
de algumas agências deinformação. Ora, isto não é nada fácil quando constatamos,
assistindo ao documentário selecionado, que 6 empresas (apenas 6 empresas!)
controlam 90% do mercado de mídia internacional.

Apesar de todas as dificuldades deste quadro de monopólio da informação, o
ponto importante a ser observado (e que deverá ser continuamente enfatizado neste
nosso quarto encontro) é que o desenvolvimento e aincessante proliferação das novas
tecnologias acabaram por oferecer condições para a democratização da própria
informação, à medida que, agora, permite a uma população que vinha sendo,
normalmente, apenas o objeto passivo da narrativa de outros exprimir-se, agora, nos
seus próprios termos e descrever sua situação de seu próprio ponto de vista. Em outras
palavras, as novas tecnologias propiciamum espaço para aquela mencionada
descolonização. É o próprio Professor Milton Santos que dirá, numa passagem do
documentário, que, embora a informação seja, efetivamente, “o grande instrumento da
grande finança, o grande instrumento do processo de „globalitarismo‟, de produção de

novas formas totalitárias de vida (...), manejada por pequenos grupos, de forma
inteligente, produz exatamente oefeito oposto”. O objetivo desta aula é exatamente
formular um convite à reflexão sobre a relação entre a construção da cidadania e a
participação na produção e circulação das informações.

O documentário de Sílvio Tendler nos mostra, a partir de certo ponto, vários
exemplos de resistências neste sentido. Explora como, através de seus esforços
individuais ou articuladas com outrosindivíduos, certas pessoas desenvolvem um
trabalho de produção contra-hegemônica de informações, saindo da condição de
consumidores acríticos das informações para se tornarem atores sociais capazes de
contextualizar as informações recebidas e de se engajarem nas transformações sociais
que dizem respeito a seus mundos. O documentário ilustra essa produção contrahegemônica com os filmes de CarlosPronzato, poeta e cineasta argentino, que, “com o
olhar atento e uma pequena câmera amadora, penetra em espaços onde os grandes meios
não podem ou não querem entrar”. Esses mesmos filmes deste “manifestante com
câmera”, somos informados, “correm mundo afora, em escolas, sindicatos, pequenos
cinemas, seguem globalizando um outro olhar sobre os fatos, sobre as lutas, sobre esse
novo tempo”.
“Aindalimitadas no seu élan renovador pela falta de recursos financeiros e pela
legislação”, segundo o Professor Milton Santos, o destino destas formas de resistência é
“se multiplicar”. Um outro testemunho de como as novas tecnologias podem servir mais
organicamente às causas de certas comunidades (pode ser uma “plataforma para a
liberdade”, para usar a expressão do filme) nos é dado com o...
tracking img