Caso usps

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2002 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES DEL REY
Disciplina – Gestão de Custos
Professor – Paulo
Aluna – Lúcia Maria de Oliveira Gonçalves
Data – 10/05/2012



ESTUDO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO MAIS UTILIZADOS PELOS HOSPITAIS DE RECIFE



2. Objetivo
O objetivo deste trabalho é identificar quais são os principais métodos de custeio
utilizados nas entidades hospitalares da cidade do Recife, segundo Pólo Médico-Hospitalar
doBrasil, bem como investigar as experiências destas entidades com o sistema de
Custeamento ABC.

3. Metodologia
Para a elaboração deste trabalho foi utilizado o método da entrevista estruturada, com
aplicação de questionários. Foram estudados 21 do total de 43 hospitais existentes na cidade do Recife , correspondendo a 49% do universo. O questionário foi testado em três hospitais da RegiãoMetropolitana, os quais não fazem parte do universo amostral. O estudo foi realizado no período de 18 de fevereiro a 22 de março de 2002. As respostas ao questionário foram tabuladas e analisadas com o aplicativo estatístico SPSS versão 10.0 para Windows.

4. Referêncial Teórico
Conforme Martins, E, (2001, p.41), a palavra custeio pode ser definida como: “método
de apropriação de custos”. Existem diversosmétodos de custeio apresentados na literatura
especializada de Contabilidade. Infelizmente, porém, não há consenso entre os autores mais
renomados sobre a nomenclatura que deve ser utilizada para tais métodos. Neste caso,
apresenta-se uma breve abordagem entre os métodos de custeios mais usuais: o Custeio Pleno, o Custeio por Absorção, o Custeio Variável e o Custeio ABC (Activity Based Costing). Aseguir, cad um desses sistemas será descrito.

4.1 Custeio por Absorção
O método de custeio por absorção é o único método aceito pela legislação brasileira
do imposto de renda e talvez por esta razão, seja o mais utilizado pelas empresas. Além disso, este método de custeio é consagrado pela Lei 6.404/76 e atende perfeitamente aos princípios contábeis geralmente aceitos. Todavia, ao longo do tempo,o sistema de custeio por absorção demonstrou algumas falhas na sua utilização para afins gerenciais, dentre elas a desconsideração ou falta de distinção clara entre custos fixos e variáveis. Estes são elementos de custos importantes no controle de produtividade e precificação do produto.


4.2 Custeio Pleno
O Método de Custeio Pleno é mais conhecido como RKW. A sigla representa Reinchskuratoriumfuer Winrtschaftlichtkeit) que existiu na Alemanha, p.236): “seria semelhante ao antigo Conselho Interministerial de Preços”. Na área de saúde o custeio Pleno é muito utilizado. Sua utilização aqui no Brasil se deve em parte a influência do Conselho Interministerial de Preços o qual incentivou a divulgação de custos na área da saúde, já na década de 70, como condição obrigatória para manter vinculocom a rede pública de prestação de serviços médico-hospitalares. Infelizmente, contudo, seu impacto foi mínimo diante da realidade da inflação galopante da época, e o interesse de custos no campo da saúde foi abandonado rapidamente.

4.3 Custeio Variável.
O Custeio Variável é também chamado de Custeio Marginal ou ainda de Custeio
Direto, visto que os custos variáveis, na sua maioria, são diretos.Em razão da obrigatoriedade de legal de uso do Custeio por Absorção, o Custeio Variável é geralmente utilizado para fins gerenciais, como ferramenta de auxilio a administração para tomada de decisões.

4.4 Custeio ABC
O custeio ABC é adequado para organizações complexas, em que os produtos consomem os recursos de forma muito heterogênea. As entidades hospitalares parecem ser bons exemplos dessetipo de organizações.
Os benefícios do ABC são muitos. Segundo Cogan (1995, p.7) pode-se citar os seguintes benefícios obtidos com o custeio ABC:
a) uma melhoria das decisões gerenciais, pois se deixa de ter produtos “subcusteados”.
b) facilita a determinação dos custos relevantes; e permite que se tomem ações para o melhoramento continuo das tarefas de redução dos custos dos “overhead”.
•...
tracking img