Caso naxos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1783 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
NAXOS: SUA HISTÓRIA, SUA FILOSOFIA.

Baseado no folheto “Qualidade em Música de Qualidade”,da gravadora Movieplay, distribuidora NAXOS no Brasil.
Adaptado pelo Prof. Mário Farah


Klaus Heymann, um alemão radicado em Hong Kong desde 1967, iniciou-se no ramo de gravações quando conheceu sua esposa, a violinista japonesa Takako Nishizaki. Entre seusprimeiros registros está a Obra Completa do grande violinista Fritz Kreisler. Em 1978 Nishizaki grava o famoso concerto chinês The Butterfly Lovers, com a Filarmônica de Nagoya (orquestra de sua cidade natal) regida pela maestrina sino-indonesiana Lim Kek-Tjiang.
A gravação se tornou um enorme sucesso... Centenas de milhares de cópias foram vendidas em Honk Kong e Sudeste da Ásia, além das queforam pirateadas em Taiwan, Malásia e Cingapura. Na China Continental, milhões de discos já foram vendidos desde o lançamento em 1978 até nossos dias.
Depois deste seu primeiro sucesso com a música sinfônica chinesa, Heymann criou um selo dirigido a esse gênero musical, o “HK”. Inicialmente, todas as gravações foram feitas no Japão, pois a Filarmônica de Honk Kong ainda não havia atingido oponto de excelência para gravar comercialmente. Contudo, a partir de 1982, também passou a gravar com esta orquestra e, logo após, com a Orquestra Sinfônica de Cingapura.
Enquanto isso, a empresa crescia rapidamente. A Pacific Music, sua distribuidora, estava importando mais e mais selos clássicos, entre eles Erato e Teldec e, eventualmente, começava a distribuir e licenciar selos famososcomo RCA, Arista, Virgin, Fantasy e muitos outros para Honk Kong e Sudeste da Ásia. De 1978, quando a primeira versão de The Buterfly Lovers havia sido gravada, até 1986, a Pacific Music se tornou a maior empresa do ramo no Sudeste Asiático, com subsidiárias na Malásia e Cingapura, além de licenciados na Coréia do Sul, Taiwan, Filipinas e Tailândia. Ao mesmo tempo, os diretores musicais deorquestras em Hong Kong e Cingapura discutiam a possibilidade da gravação de um repertório ocidental com a Pacific Music, já que não estavam satisfeitos com a produção de apenas obras “mais vendidas” do repertório chinês.
Obviamente, não faria sentido regravar um repertório standard com orquestras asiáticas e então Heymann teve a idéia de gravar raridades, o que o levou a criar o selo Marco Polo.Inicialmente, todos os lançamentos deste novo selo foram gravados em Honk Kong e Cingapura, mas, eventualmente eram também produzidos na Hungria e na Checoslováquia, devido a conexões empresariais com a Hungaroton e a Opus, ambos distribuídos pela Pacific Music desde 1975.
A Marco Polo começou a se desenvolver como selo muito respeitado, oferecendo, primeiramente, um repertóriosinfônico composto entre 1850 e princípios do século XX. Já em 1987 a Pacific Music possuía uma bem organizada aparelhagem de produção para o selo Marco Polo, tanto na Hungria como na capital da Eslováquia – Bratislava.
Os custos de produção dos CD’s começaram a cair, a partir de 1986, e a capacidade produtiva se tornou mais fácil de ser avaliada, Heymann sentiu a oportunidade de lançar um selo deCD’s a preços acessíveis. Os amantes de música da Ásia, exceto o Japão, sempre foram acostumados a LP’s e cassetes relativamente baratos, os quais eram vendidos por cerca de um terço do preço praticado na Europa Ocidental e nos Estados Unidos. Contudo, quando o CD explodiu no resto do mundo, suas vendas estagnaram no Sudeste Asiático porque seu preço estava no mesmo nível dos preçosinternacionais, ou seja, cerca de três ou quatro vezes o preço de um LP ou de uma fita cassete.
O objetivo original era oferecer aos seus consumidores o novo produto pelo mesmo valor a que estavam acostumados a pagar pelos vinis e, quando lançou no mercado os cinco primeiros títulos em CD, em 1987, estes foram vendidos no varejo a cerca de US$ 6,25 (valores atualizados), enquanto seus concorrentes...
tracking img