Caso concreto 9 - fundamentos das ciencias sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1757 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano de Aula: 9 - Modelos clássicos da análise e compreensão da sociedade e das instituições sociais e políticas
FUNDAMENTOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS
Título
9 - Modelos clássicos da análise e compreensão da sociedade e das instituições sociais e políticas
Número de Aulas por Semana
1
Número de Semana de Aula
9
Tema
A sociologia de Max Weber (II)
Objetivos
Descrever a concepção weberianade dominação e poder. Analisar os conceitos de autoridade e legitimidade. Distinguir os três tipos puros de dominação. Demonstrar a importância da sociologia weberiana para a análise da sociedade brasileira.
Estrutura do Conteúdo
1- Tipos de dominação legítima em Max Weber A dominação deve ser entendida, segundo Weber, como uma probabilidade de mando e de legitimidade deste. A crença écondição fundamental para que a relação entre aquele que manda (domina) e aquele que obedece (dominado) se realize. Portanto, não é toda e qualquer relação de poder que é legitimada, é preciso que aquele que obedece acredite voluntariamente naquele que tem poder de mando. O poder é sempre uma probabilidade, pois depende de outro para ser exercido. Weber fornece o exemplo da relação de poder entre senhor eescravo que é carente de uma relação voluntária, não havendo portanto legitimidade e sim obrigação; a conseqüência é que na primeira oportunidade os indivíduos fogem desta relação, abandonam seus senhores. 1.1- Os tipos puros de dominação: Weber define os três tipos puros de dominação como: racional-legal ou burocrática, dominação tradicional e a carismática. A dominação racional-legal é exercidadentro de um quadro administrativo composto de regras e leis escritas que devem ser seguidas por todos, não havendo privilégios pessoais. Ela é apoiada na crença de uma “legitimidade de ordens estatuídas e nos direitos de mando dos chamados a exercer autoridade legal”. Esta é baseada em relações impessoais e os funcionários são incorporados ao quadro administrativo, através de um contrato, não porsuas características pessoais mas por sua competência técnica. Eles são livres, sendo que suas obrigações se limitam aos deveres e objetivos de seus cargos que estão dispostos dentro de uma hierarquia administrativa e suas competências são rigorosamente fixadas. Realizam seu trabalho e em troca recebem um salário fixo e regular que varia conforme a responsabilidade do cargo, que é exercido emforma exclusiva ou como principal ocupação. Há possibilidade de fazer carreira, podendo subir na hierarquia da profissão, através do tempo de serviço ou por competência ou ambos. Importante ressaltar que os funcionários trabalham em seus cargos sem a apropriação dos mesmos. A dominação burocrática é puramente técnica, com o objetivo de atingir o mais alto grau de eficiência e nesse sentido é,formalmente, o mais racional conhecido meio de exercer a dominação sobre os seres humanos. A dominação tradicional repousa na crença das tradições, costumes que existem desde de outros tempos. É a legitimidade na crença dos indivíduos nas ordens e poderes senhoriais tradicionais. A autoridade é exercida e legitimada pela tradição e por normas escritas. O quadro administrativo, neste caso, pode serrecrutado não pela competência técnica mas por vínculos pessoais e laços de fidelidade. As tarefas não estão claramente definidas, como na dominação racional, e os privilégios e deveres encontram-se sujeitos a modificações de acordo com a vontade do governante. Há outros tipos de dominação tradicional que são o: patriarcalismo onde o poder é exercido segundo regras fixas de sucessão; e o patrimonialismoou gerontocracia que é autoridade exercida pelos mais velhos, em idade, sendo os melhores conhecedores da tradição sagrada. Em um corpo administrativo encontramos o patrimonialismo quando os funcionários ligam-se ao chefe por laços de fidelidade pessoais. A dominação carsimática pode ser caracterizada pelo seu caráter de tipo extraordinário e irracional. Weber define carisma como uma...
tracking img