Caso clínico de atenção farmacêutica

1. Descrição do paciente
Característica pessoal e socioeconômica: paciente do sexo feminino, 49 anos, residente de Piracicaba, casado (mora com o marido). Possui ensino médio completo, lê sem dificuldade, toma seus medicamentos sozinha, trabalha diariamente das 8:00 às 12:00. Não possui plano de saúde, se consulta com o médico da UBS onde freqüenta e retira seus medicamentos na farmácia da UBS.Relata também, que as vezes esquece de tomar os medicamentos mas os toma assim que lembra.

Características clínicas: paciente possui Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes Melitus 2, Artrite, Artrose, Ácido Úrico, Angina e Labirintite. Não pratica exercícios e não exerce nenhuma restrição alimentar e ingere bebidas alcoólicas ocasionalmente. Possui obesidade mórbida, devido IMC de 47,41 ecircunferência abdominal de 126 cm. Faz uso de medicamentos para hipertensão a cerca de 15 anos e para Diabetes Melitus 2 a cerca de 3 anos. Relata ansiedade e nervosismo e informa que os sintomas só passam com o tempo. Desconhece histórico familiar de doenças.

Exames: Hemoglobina Glicada 5,9 % (parâmetros normais: 4,0 a 6,3%);
Pressão Arterial: 160x100 mmHg (parâmetros normais: 120x180 mmHg);Triglicérides: 171mg/dl (parâmetros normais: inferior a 200mg/dl).

2. Descrição das Doenças
Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS): a pressão arterial é a força que o sangue exerce contra as paredes internas das artérias devido ao trabalho do coração bombear o sangue. A hipertensão ocorre quando essa tensão está aumentada nos vasos sanguíneos, danificando-os e exercendo, dessa forma, um fatorde risco para acidentes cardiovasculares e outras doenças.
Observe a tabela abaixo referente à classificação dos níveis de hipertensão arterial.

Diabetes Melitus (DM): é uma síndrome de etiologia múltipla, decorrente da falta de insulina ou da incapacidade de exercer adequadamente seus efeitos, caracteriza-se por hiperglicemia crônica, freqüentemente acompanhada de dislipidemia, HAS edisfunção endotelial. As complicações crônicas incluem nefropatia, retinopatias, risco de amputações e manifestações autossômicas. Os fatores de risco relacionados são: idade superior a 45 anos, excesso de peso, sedentarismo e HAS.

Artrite Reumatóide (AR): é uma doença auto-imune de etiologia desconhecida, caracterizada por poliartrite periférica, simétrica, que leva a deformidade e destruição dasarticulações em virtude de erosões ósseas e da cartilagem. Afeta mulheres duas a três vezes mais do que homens e sua prevalência aumenta com a idade.
Em geral, a Artrite Reumatóide acomete grandes e pequenas articulações em associação com manifestações sistêmicas como: rigidez matinal, fadiga e perda de peso. Quando envolve outros órgãos, a morbidade e a gravidade da doença são maiores, podendodiminuir a expectativa devida em cinco a dez anos.
Com a progressão da doença, os pacientes com AR desenvolvem incapacidade para realização de suas atividades tanto de vida diária como profissional, com impacto econômico significativo para o paciente e para a sociedade.

Osteoartrite (Artrose). É uma afecção dolorosa das articulações que ocorre por insuficiência da cartilagem, ocasionada por umdesequilíbrio entre a formação e a destruição dos seus principais elementos, associada a uma variedade de condições como: sobrecarga mecânica, alterações bioquímicas da cartilagem e membrana sinovial e fatores genéticos. A denominação mais aceita internacionalmente da doença é osteoartrite. O termo artrose ainda é muito utilizado, conhecido e associado aos aspectos mecânicos.
É uma doença crônica,multifatorial, que leva a uma incapacidade funcional progressiva.

Gota (ácido úrico): A Gota é uma doença reconhecida há séculos e hoje é entendida como a forma de artrite mais freqüente em homens, acometendo 1 a 2% deles em países ocidentais. Classicamente, se apresenta em crises de mono ou oligoartrite, mas em alguns casos pode progredir para uma forma crônica de poliartrite com deformidade...
tracking img