Caso cbc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO
EAD – ESTÁCIO CAMPUS VIRTUAL

JOÃO CARLOS CARBALLAL DELGADO
Matricula 2010020223-98
Turma

PROJETO INTEGRADOR – PARTE I

NITERÓI
17 DE SETEMBRO DE 2010

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ....................................................................................................................3
2. O SISTEMAORGANIZACIONAL DA CBC ......................................................................4
3. O SISTEMA DE DIREÇÃO DA CBC.................................................................................. 5
4. O SISTEMA DE CONTROLE DA CBC ..............................................................................6
5. CONSIDERAÇÕES FINAIS............................................................................................... 7
6. REFERÊNCIAS ................................................................................................................... 8

INTRODUÇÃO

O nosso objeto de estudo é a Companhia Brasileira de Confecções, Criada em 1974 na forma de sociedade por cotas Ltda, por dois homens de nacionalidades diferentes e habilidades também diferentes, um ex gerente deuma grande loja de modas com grande visão comercial, e o outro um Francês profundo conhecedor da moda parisiense e suas técnicas de produção. Eles começaram um pequeno negócio, uma oficina de modelagem para moda, e em pouco tempo seu pequeno negocio se transformaria, a produção passou a ser em serie, seu mercado consumidor se diversificou foi se ampliando, após quatro anos tornou-se sociedadeanônima sendo a maior no negócio de confecção modelagem para moda. A empresa organizada pelos sócios Cláudio, responsável pela parte administrativa e Marcel responsável pelo operacional, fixou-se em sede própria isso prazo de 04 anos onde também mudou sua denominação societária, agora passando a ser uma SA. visto que já empregavam em torno de 500 funcionários, sendo criado também uma nova estruturahierárquica com presidente, superintendente e 05 diretores, funcionários da própria fabrica aqueles que eram mais fieis, mais devotados, sendo eles não só alçados aos cargos de diretores, mas fazendo parte da sociedade como acionistas minoritários.
Com uma analise mais técnica iremos demonstrar como esse negocio passou a uma sociedade anônima, se o seu crescimento foi feito em cima de um planejamentobem orientado. Se foi criado uma estrutura com as três áreas pertinentes a uma organização, a institucional, a tática e a operacional, se existia também uma cadeia de comando, hierarquia, delegação de funções, canais de comunicação, planos de cargos e salários.
Dentro dessa analise, apontaremos as falhas e acertos dessa administração, e o porquê de um negocia próspero e lucrativo líder do mercado,começou a decair em função de um problema de saúde de seu presidente, e a falta de capacidade de gerenciamento dos dirigentes que ali ficaram, e não souberam como lidar com o problema.
Com o crescimento rápido e sem uma estratégia bem definida, e uma estrutura organizacional centralizadora, só havendo preocupação com o lucro, esquecendo que a indústria não vive sem metas bens definidas para quepossa se resguardar em relação a imprevistos,

SISTEMA ORGANIZACIONAL
Como já dissemos a empresa surgiu do interesse de duas pessoas que decidiram montar uma oficina de confecções, dando inicio assim a uma organização informal, onde o planejamento era para atos imediatos, à medida que as coisas aconteciam eles iam se empenhando, cada um em seu segmento. Carlos com o comercial e administrativo,e Marcel com a parte operacional. Num pequeno espaço de tempo o pequeno negocio se tornou em uma empresa onde tinha seu próprio prédio. Mais continuava com o planejamento seguindo uma linha de informalidade, não se preocuparam em planejar nenhuma estratégia em longo prazo envolvendo toda a empresa, existia o planejamento tático mais era conduzido somente por Marcel, que se preocupava mais com...
tracking img