Casa grande e senzala

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6610 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HomeGaleriaAssociaçãoApoios e moçõesDireitosDiretoriaHistóriaLinksAgendaRevistasContatos
Fones: 3872-2685 / 3865-4914
E-mail: apropuc@uol.com.br
Busca

Editorias

APROPUC
Editorial
PUC em Movimento
Fala Comunidade
Movimentos Sociais
REDE de proteção e defesa
Gauche na Vida
Rola na rampa
Seus Direitos
Jornal em PDF

Agenda

03/08/1211,12 e 13 de setembro - A esquerda na América Latina
03/08/12
07 de Setembro - Grito dos Excluídos
04/08/12
09 de agosto `as 19.30 HOMENAGEM A FLORESTAN FERNANDES NA EXPRESSÃO POPULAR
11/08/12
27 a 31 de agosto - Colóquio Internacional Renovação Urbana, Mercantilização da Cidade e Desigualdades Socioespaciais,
16/08/12
03 a 06 de setembro - XXI EncontroEstadual de História – Trabalho, Cultura e Memória
17/08/12
Debate - Derdic: Abuso Sexual contra crianças e adolescentes



Home >> Revista PUC Viva >> 08, Os 500 Anos e Outra Perspectiva, mar. de 2000 >> O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira
O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira
APROPUC-SP
Regina Maria A. F. Gadelha

Orefaciando Sociologia, de Gilberto Freyre (1945), escreve Anísio Teixeira:
“Casa Grande & Senzala não tem – como ensaio de interpretação social – muitos companheiros no mundo. [...]. Nada é em Gilberto Freyre linear ou esquemático; o seu pensamento se desdobra rico, múltiplo e maduro, antes psicológico do que lógico, preferindo a aparência da contradição à simplificação empobrecedora e primária,contanto que nenhum aspecto da realidade lhe escape e a possa apresentar em toda a sua extrema, delicada e múltipla complexidade”.1
Casa Grande & Senzala, publicada em 1933, é a obra mais importante do sociólogo Gilberto Freyre e, desde que surgiu, vem sendo considerada uma das obras de maior impacto na cultura brasileira, influenciando os estudos sociológicos, antropológicos e históricos, demaneira geral. De fato, o livro suscitou, desde sua aparição, paixões e críticas, mas nunca indiferença, pois reúne rigor científico e notável erudição, associados a uma enorme comunicabilidade, feito raramente alcançado por trabalho científico dessa envergadura. Essa rara e feliz junção, da atualização científica rigorosa com a simplicidade da linguagem, explica, sem dúvida alguma, a raiz imediatado sucesso e do impacto provocados pela obra.
Casa Grande & Senzala revela-se também inovadora quanto ao estilo. A obra é escrita em linguagem direta e comunicativa. No entanto, esta forma de comunicação, própria ao autor, seria uma das críticas mais freqüentes lançadas pelos seus adversários. Alguns simplesmente se diziam escandalizados pela linguagem, descontraída e espontânea, com que GilbertoFreyre abordava o tema. Outros, no entanto, utilizaram esta crítica para fazer restrições também ao valor científico da obra, que rompia tabus e preconceitos inerentes ao meio e à sociedade brasileira de então.
O tempo se encarregaria em desqualificar e fazer desaparecer uns e outros de seus críticos, tanto mais que a própria linguagem caminhou também no sentido da descontração e dodespojamento. Ao mesmo tempo, os avanços das ciências sociais no Brasil passariam a exigir rigor científico da parte dos estudiosos, em todas as suas áreas. O que direcionou estes estudos, portanto, no sentido da obra precursora de Gilberto Freyre. Críticas mais freqüentes só surgiriam anos depois da publicação de Casa Grande & Senzala, provocadas mais por motivações político-ideológicas do que científicas,partindo, inclusive, de pessoas que relutavam em ler e mesmo em conhecer a obra e o pensamento de Gilberto Freyre. Para anular estas críticas, no entanto, não foi preciso mais do que a consagração da obra gilbertiana por parte de representantes do mais alto nível, nas Ciências Históricas, Sociais e Culturais, no Brasil e no exterior, tais como Georges Gurvitch, Arnold Toynbee, Lucien Febre,...
tracking img