Cartas a eloisa - rousseau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1) Na carta 13 da parte I analisar a dor da ausência, comparar essa com a 17.
Na carta 13, Julia começa dizendo que se tivessem pesares grandes uma ausência dedois dias não teriam tanta importância, e que os dois sofriam da impaciência da espera. E vai ressaltar ainda que a viagem já se tornou sua ausência maisinsuportável e a distancia aumenta o pesar da ausência. E que na sua ausência ela o levara em seu seio. Nas próximas cartas, Julia vai constatar que o melhor é se separar porum tempo e por isso vai mandar um adiantamento a ele, que se sentirá ofendido e devolvera. E ela dirá que existem outros dons vis que o homem de bem não podeaceitar e esse não desonram menos a mão que os oferece e um dom honesto quando feito é também honesto quando recebido.

2) Na parte I, carta 23, qual o papel doespetáculo da natureza.
A diversidade natural encontrada por ele, que se acha no mesmo instante: “todos os climas no mesmo lugar, terrenos contrários no mesmo solo eformava a harmonia”, e a tranqüilidade natural, que acalma, onde se sofre uma mudança de humor e traz de volta a paz interior há muito tempo perdida. “Onde o ar épuro e sutil, sentimos em nós a respiração mais fácil, o corpo mais leve, maior serenidade de espírito, os prazeres lá são menos ardentes, as paixões maismoderadas.”. A meditação grande e sublime, você deixa os sentimentos baixos e terrestres para trás e a alma adquire a inalterável pureza. Sob o harmonioso espetáculonatural encontrado a cada instante a alma adquire uma pureza. A contemplação da natureza e seus espetáculos enriquecem o espírito, como se fosse uma religião natural.
tracking img