Cartas apostolicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 164 (40849 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GRADUAÇÃO
GRADUAÇÃO

TEOLOGIA

NOVO TESTAMENTO
Atos e Epístolas Apostólicas.

ORG.: Francisco Anarclebson Rego

9
INTRODUÇÃO ÀS EPÍSTOLAS DE PAULO

Ao leitor casual do Novo Testamento, pareceria que os Evangelhos foram escritos primeiro. Isto simplesmente pareceria lógico, já que o movimento cristão se iniciou com a vida e o ministério do Senhor Jesus Cristo. Na realidade, contudo,os Evangelhos foram escritos alguns anos depois que a mais antiga literatura do movimento cristão apareceu: as epístolas. Dos vinte e sete livros do Novo Testamento, pode-se observar que vinte e um, talvez vinte e quatro, podem ser chamados de epístolas ou cartas. Os títulos de vinte e um indicam uma carta de alguém para alguém (por exemplo — "Epístola de Paulo aos Romanos"), de alguém ("Epístolade Tiago"), ou para alguém ("A Epístola aos Hebreus"). O terceiro Evangelho e Atos, ambos, têm declarações introdutórias que caracterizam uma carta. O Apocalipse tem muitos aspectos de uma carta, mas ele, provavelmente, pertence à classe de literatura denominada apocalíptica. Assim como não teria havido nenhuma carta sem o Jesus histórico, certamente não teria havido necessidade de um Evangelhoescrito, se o poder e a influência do Cristo ressurrecto já não tivessem sido conhecidos e sentidos na vida daqueles que formavam a comunidade cristã antiga. Foi para essas comunidades primitivas que as cartas, os depósitos literários mais antigos da Igreja, foram escritas e tiveram tamanha influência sobre a Igreja emergente.

Jesus, como os outros mestres famosos do mundo antigo, não deixouescritos. A mais antiga literatura que o cristianismo tem é a que foi escrita por homens que foram seus seguidores, e a literatura mais antiga foi escrita como cartas a congregações específicas, com problemas específicos. Essas cartas foram escritas desde cerca de 45 d.C. até o final do primeiro século. O propósito de cada carta foi ajudar no crescimento espiritual de pequenos grupos de cristãosespalhados pelo Império Romano. Cada carta teria sido levada por um irmão de confiança até seu destino, lida na assembléia e depois guardada, para futura referência e uso. Às vezes a carta seria compartilhada com igrejas irmãs. Freqüentemente, cópias seriam feitas, de maneira que outras igrejas pudessem também ter um benefício permanente das instruções. A carta seria na forma de rolo e poderia serguardada facilmente com quaisquer outras cartas ou porções do Velho Testamento que a igreja fosse o bastante afortunada de possuir. As igrejas primitivas preferiam, contudo, a comunicação oral do ensino apostólico à forma escrita. Eusébio preservou as palavras de Papias como tendo dito: "Pois eu não considerava que obtive tanto proveito dos conteúdos dos livros quanto da fala de uma voz viva epresente" (H.E., III, 39). Com o passar do tempo, todavia, o prestígio desses escritos primitivos dos apóstolos aumentou, e as gerações posteriores de cristãos voltaram-se para esses escritos primitivos como sendo autoridade em doutrina e prática. Essa aceitação foi especialmente acelerada quando a primeira e a segunda gerações de crentes morreram. As igrejas cristãs então começaram a dar maiorimportância aos escritos autênticos do testemunho e ensino apostólico, tanto ao testemunho do Jesus histórico quanto às implicações teológicas e éticas do impacto de se tornar um seguidor do Cristo ressurrecto.

FORMA LITERÁRIA

CARTA OU EPÍSTOLA?

A escrita de cartas há muito fora usada como um meio de comunicação. Contudo, foi durante a época da Pax Romana que a escrita de cartas se tornou umaimportante forma de comunicação. Foi devido ao vasto Império Romano que, durante o tempo da formação do Novo Testamento, havia um excelente sistema de estradas por todo o mundo ocidental. Essas estradas estavam sob constante proteção do governo romano e permitiam viagem relativamente segura entre as principais cidades do Império. Roma não tinha correio público per se, mas os mensageiros, tanto...
tracking img