Carta sobre o humanismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (972 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Os pensadores têm como papel o agir, usando como ferramenta o pensar a relação do ser com a essência do homem e, tendo como principal objetivo o manifestar tal pensamento na linguagem e nela oconservar. Este exercício do pensamento só é ação, enquanto reflete e traz à linguagem a verdade do ser, de forma engajada e em favor do mesmo. O ser mantém domínio sobre este pensar engajado do pensadoratravés de sua própria “força silenciosa”, não metafisicamente falando, mas fazendo referencia ao próprio ser.
A “existência privada” com sua dominação metafísica mantém uma forma de pensamento que sedá através da abertura do ente e, com isso, se finda o pensar o ser e a filosofia se transforma em técnica explicativa, que se mostra publicamente através dos “ismos”.
O humanismo é então estepensar cuidadosamente o ser, cuidando para que o homem seja humano essencialmente. Heidegger coloca aqui a paidéia grega, que nos remete à humanidade do homem humano como forma de pensar o ser, que se dápela interpretação da história fixa da natureza do mundo em seu fundamento, ou seja, desde o ponto de vista do ente em sua totalidade.
No humanismo interpretado numa Metafísica, o homem é concebidocomo animal racional, que é determinado pela tradução latina de uma expressão grega, todavia ela não é falsa, porém, é condicionada pela Metafísica, onde, em Ser e Tempo são questionados porHeidegger. É visto que ele questiona a posição do homem situado como um ente entre outros, colocado pela metafísica, com seu pensar o homem a partir de sua animalidade e não em direção de sua humanidade.
Emcomparação com a explicação científica do homem como organismo pela fisiologia – que não experimenta a essência do homem –, até mesmo a essência do divino se nos aparenta mais próxima e de maneiramais familiar para nossa essência ec-sistente. Afinal, o homem é o guarda da verdade do se, ou seja, ele retém a linguagem como “instrumento”, que possibilita dizer tal verdade.
A ec-sistência,...
tracking img