Carta para seu filho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (482 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Carta de um pai para seu filho...

Amado filho, o dia que esse velho já não for mais o mesmo, tenhas paciência e me compreendas.
Quando eu derramar comida sobre minha camisa, e esquecer comoamarrar os sapatos, tenhas paciência comigo e lembra-te das horas que passei ensinando-te a fazer as mesmas coisas.
Se quando conversares comigo, e eu repetir as mesmas palavras e souberes de sobra comotermina, não me interrompas e me escutes.
Quando eras pequeno, para que dormisses, tive que contar-te milhares de vezes a mesma história até que fechasse os olhinhos.
Quando estivermos reunidos e,sem querer, fizer algo que não te agrade, não fique com vergonha e compreendas-me.
Muitas vezes quando era menino, estive pacientemente ao teu lado, ouvindo tuas ideias ainda que as mesmas fosseminadequadas.
Não me reproves por não querer tomar banho; Não me chamas a atenção.
Lembra-te dos momentos que te persegui, e os mil pretextos que tive que inventar para tornar mais agradável o teu banho.Quando me vires inútil e ignorante na frente de todas as coisas tecnológicas, que já não consigo entender, suplico-te que me dês todo o tempo que seja necessário, para que não me sinta machucado como teu sorriso sarcástico.
Lembra-te que eu te ensinei tantas coisas. Comer, vestir e como enfrentar a vida, são produto da minha perseverança.
Quando em algum momento, ao conversarmos, eu meesquecer do que estávamos falando, dá-me todo o tempo necessário até que eu me lembre, e, se não puder fazê-lo, não fiques impaciente.
Talvez não fosse tão importante o que falávamos; a única coisa quequeria era estar contigo e que me escutasses naquele momento.
Se algum dia eu já quiser comer, não insistas. Sei quando posso e quando não devo.
Também compreendas que, com o tempo, talvez eu já nãotenha dentes para morder, nem gosto para sentir os sabores.
Quando minhas pernas falharem, por estarem cansadas para andar, dá-me tua mão terna para me apoiar-me, como eu fiz quando começaste a...
tracking img