Carta Do Chefe Seattle 1263221069

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2025 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Carta do Chefe Seattle (Duwamish)

Os índios Duwamish habitavam a região onde hoje se encontra o Estado
americano Washington - no extremo Noroeste dos Estados Unidos, divisa
com o Canadá, logo acima dos Estados de Montana, Idaho e Oregon. No
passado era um "paraíso na Terra", região inspiradora de uma das mais
lindas 'poesias' dedicadas á natureza - o discurso que o Chefe indígena
Duwamish (ChefeSeattle) fez ao Governo Americano na época -, hoje,
ainda sendo bela, mas não mais um 'paraíso', sua cidade mais famosa é
Seattle (nome dado em homenagem ao Chefe), uma beleza de outro tipo
que infelizmente vem gerando graves problemas ecológicos. Os índios
migraram pelo Puget Sound para a Reserva Port Madison. O Chefe Seattle e
sua filha estão enterrados lá.
Existem muitas controvérsias sobre oconteúdo original do discurso. O
primeiro registro escrito que se conhece, foi feito no Jornal Seattle
Sunday Star em 1887 pelo Dr.Henry Smith, que estava presente no
pronunciamento - ele publicou suas próprias anotações com comentários
sobre o Grande Chefe, que segundo ele, era uma pessoa profundamente
impressionante e carismática. Nos anos 70 (1970) foram divulgadas várias
versões deste discursoem conexão com movimentos ecológicos e a favor
da preservação da natureza; o discurso ficou muito conhecido, quase
mitificado, ficando de lado as discussões sobre sua originalidade.
Aqui, após a tradução portuguesa de uma das mais famosas versões da
década de 70, transcrevemos a publicação americana original do Dr.Henry
Smith-1887. A foto do Grande Chefe Seattle (1787-1866), abaixo, é deE.M.Sammis e o original encontra-se na: "University of Washington Special
Collection #NA 1511".

Discurso feito pelo Chefe Seattle ao Presidente Franklin Pierce em 1854
(depois do Governo Americano ter dado a entender que desejava adquirir o Território da
Tribo)

O grande chefe de Washington mandou dizer que desejava comprar a nossa
terra, o grande chefe assegurou-nos também de sua amizade ebenevolência. Isto é gentil de sua parte, pois sabemos que ele não precisa
de nossa amizade.
Vamos, porém, pensar em sua oferta, pois sabemos que se não o fizermos,
o homem branco virá com armas e tomará nossa terra. O grande chefe de
Washington pode confiar no que o Chefe Seattle diz com a mesma certeza
com que nossos irmãos brancos podem confiar na alteração das estações do
ano.
Minha palavra é como asestrelas - elas não empalidecem.
Como podes comprar ou vender o céu, o calor da terra? Tal idéia nos é
estranha. Se não somos donos da pureza do ar ou do resplendor da água,
como então podes comprá-los? Cada torrão desta terra é sagrado para meu
povo, cada folha reluzente de pinheiro, cada praia arenosa, cada véu de
neblina na floresta escura, cada clareira e inseto a zumbir são sagrados nas
tradiçõese na consciência do meu povo. A seiva que circula nas árvores
carrega consigo as recordações do homem vermelho.
O homem branco esquece a sua terra natal, quando - depois de morto - vai
vagar por entre as estrelas. Os nossos mortos nunca esquecem esta
formosa terra, pois ela é a mãe do homem vermelho. Somos parte da terra
e ela é parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs; o cervo, ocavalo, a grande águia - são nossos irmãos. As cristas rochosas, os sumos
da campina, o calor que emana do corpo de um mustang, e o homem todos pertecem à mesma família.
Portanto, quando o grande chefe de Washington manda dizer que deseja
comprar nossa terra, ele exige muito de nós. O grande chefe manda dizer
que irá reservar para nós um lugar em que possamos viver
confortavelmente. Ele será nosso paie nós seremos seus filhos. Portanto,
vamos considerar a tua oferta de comprar nossa terra. Mas não vai ser fácil,
porque esta terra é para nós sagrada.
Esta água brilhante que corre nos rios e regatos não é apenas água, mas
sim o sangue de nossos ancestrais. Se te vendermos a terra, terás de te
lembrar que ela é sagrada e terás de ensinar a teus filhos que é sagrada e
que cada reflexo espectral...