Carreira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4859 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTROLE DE RETENÇÃO PARA SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO Luiz Alberto Koehler
Universidade Regional de Blumenau Depto. de Eng. Elétrida e de Telecomunicações

Werner Kraus Jr. Eduardo Camponogara
Universidade Federal de Santa Catarina Depto. de Automação e Sistemas RESUMO Este trabalho apresenta uma estratégia de controle de retenção para um sistema de transporte urbano tipo expresso ou BRT.O modelo utilizado é determinístico e pressupõe informações em tempo real e dados históricos do sistema. A partir destes dados calcula-se o tempo de retenção ótimo de cada ônibus para os pontos dentro do horizonte considerado. O objetivo é a minimização do atraso total dos passageiros, representado por uma função custo quadrática com uma parcela linear. O modelo utilizado e a heurística adotada nainstanciação do problema de otimização apresentam várias vantagens em relação a outros trabalhos da literatura, tais como a complexidade computacional reduzida e a convexidade da função custo. Um exemplo numérico ilustra a aplicação do método. ABSTRACT A holding strategy for the control of a BRT urban transportation system is presented. The model developed is deterministic and assumesavailability of real-time information and historical data of the system. From these data the optimal holding time for each vehicle in different stops is evaluated for a given time horizon. The objective is to minimize total passenger delay which is represented by a quadratic cost function combined with a linear term. Both the model and the heuristic used in the instantiation of the optimization problempresent advantages when compared to other approaches in the literature such as reduced computational complexity and convexity of the cost function. A numerical example illustrates the application of the method.

1. INTRODUÇÃO O sistema de transporte público representa, atualmente, um serviço vital, com grande número de usuários e considerável significado social. Este serviço permite uma reduçãosignificativa dos congestionamentos de veículos além de outros benefícios associados, tornando-se essencial para a preservação e revitalização das áreas urbanas. No caso do modal ônibus, podem-se citar ainda as características de alta flexibilidade e baixo custo de implantação e manutenção quando comparado com o transporte sobre trilhos. Na prática verifica-se com freqüência uma operação inadequada doserviço de transporte público, caracterizada através do agrupamento dos VTP (veículos de transporte público) e desvios no plano de horários e intervalo entre VTP. Estes fatores implicam num aumento do tempo de espera e viagem dos passageiros. Uma solução para os problemas citados é a utilização de uma política baseada em estratégias de controle da operação do sistema de transporte público.Enquanto o planejamento operacional é responsável por solucionar problemas de natureza persistente e contínua através da reestruturação de rotas e planos de horário, a operação tempo real têm por objetivo responder de forma imediata a possíveis e esporádicas perturbações no serviço, de forma a otimizar o desempenho do sistema (Turnquist e Blume, 1980). Desvios no serviço impõem custos aos prestadores doserviço na forma de queda de produtividade e aos usuários na forma de aumento do tempo de viagem, aumento no tempo de espera nos pontos e incertezas nos horários. Neste trabalho propõe-se uma estratégia de controle tempo real do intervalo ou espaçamento

(“headway”) entre VTP para um sistema de transporte tipo expresso ou BRT (“Bus Rapid Transit”). O objetivo é a minimização do atraso dosusuários do sistema. Como diferencial em relação a trabalhos anteriores (Eberlein et al., 1999; O’ Dell e Wilson, 1999; Eberlein et al., 2001; Sun e Hickman, 2004; Zolfaghari et al., 2004), este trabalho apresenta várias particularidades em relação ao modelo utilizado e à heurística adotada para solução do problema. 2. OPERAÇÃO EM TEMPO REAL DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO As principais estratégias...
tracking img