Carlota joaquina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Carlota Joaquina, Referencial de Mercado para a Retomada do Cinema Brasileiro Estratégias de Produção, Distribuição e Exibição 1
Renato Márcio Martins de Campos2
Docente e Pesquisador
Universidade de Ribeirão Preto – Unaerp
Centro Universitário de Araraquara – Uniara

Resumo
Durante o processo de retomada das produções cinematográficas nacionais
(1994/1998) o filme Carlota Joaquina (1995)de Carla Camurati mereceu posição de
destaque por seu processo de produção, distribuição e exibição sui generis. Verdadeiras
estratégias de guerrilha de marketing foram estabelecidas para levar o filme a um público
de 1.286.000 pessoas. Estabelecendo, assim, um referencial de mercado para o cinema
nacional e desencadeando o processo que seria conhecido como retomada do cinema
brasileiro. Osucesso de bilheteria deste filme deveu-se, em grande parte, à platéia escolar,
pois sua trama foi utilizada na rede pública de ensino como apoio midiático na explicação
da disciplina de história do Brasil.
Palavra-Chave: Comunicação; Mercado; Cinema Brasileiro.

Carlota Joaquina, Referencial de Mercado para a Retomada do Cinema Brasileiro Estratégias de Produção, Distribuição e Exibição

1.Explicando a Retomada do Cinema Brasileiro
O que vem a ser este processo que se convencionou chamar de Retomada do
Cinema Brasileiro? Quais suas características? Quais linhas aproximam as produções
fílmicas deste período para que possam ser englobadas num mesmo movimento?
A palavra retomada é caracterizada por um certo grau de repetição (prefixo re) e
pelo verbo tomar (+ada), o qualtransparece o sentido de aquisição, de adquirir algo ou
mesmo de recuperar. Neste sentido, o retomar do cinema brasileiro teria o significado:
tomar novamente; reaver; recobrar; recuperar. Cabe a pergunta: retomar o que?
1

Trabalho apresentado ao NP07 – Comunicação Audiovisual, do V Encontro dos Núcleos de Pesquisa da Intercom 2005.

Em

termos

mercadológicos

o

cinema

brasileiroestá

muito

distante

dos

representativos 30% de participação de mercado conquistados na época da Embrafilme.
Portanto, não se trata de uma retomada do mercado por parte dos filmes nacionais.
Em termos de produção não se vislumbra a possibilidade de construção de grandes
estúdios como na época da Vera Cruz ou da Atlântida. Neste sentido, não se trata de uma
retomada das produçõesindustriais.
O que se convencionou chamar de Retomada do Cinema Brasileiro tem muita
proximidade do sentido de se continuar algo interrompido, principalmente em termos de
produção cinematográfica, uma vez que o fechamento da Embrafilme, durante o governo
Collor, causou uma brusca interrupção destas produções. As produções cinematográficas
nacionais são retomadas a partir das possibilidadesabertas pelo Prêmio Resgate do Cinema
Brasileiro, lançado já no governo de Itamar Franco, e podem ser circunscritas entre os anos
de 1994 e 1998.
Deve-se atentar para o fato que o processo de retomada se restringiu ao aspecto
produções fílmicas, interrompidas até então. Mesmo porque o paradigma de se produzir sob
a égide de uma grande empresa de capital misto, como a Embrafilme, foi abandonado.Tratou-se de adotar o esquema de captação via leis de incentivo, o que proporcionou uma
aproximação entre produtores de cinema e empresariado nacional.
Busca-se neste trabalho o referencial de mercado para o cinema da retomada, dentre
os filmes produzidos, qual película marcou esta recente fase do cinema nacional em termos
de mercado. Utilizando-se da metodologia de estudo de caso e asferramentas de marketing
de guerra estabelecidas por Al Ries e Jack Trout verificou-se no filme Carlota Joaquina
(1995),

de

Carla

Camurati,

uma

representatividade

em

termos

de

mercado. As

características sui generis desta obra em termos de produção, distribuição e exibição; bem
como a penetração de mercado conseguida pela jovem diretora, serão analisadas a seguir....
tracking img