Carinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2053 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução Teórica

Neste experimento vamos criar um carrinho movido à energia potencial elástica e comprovaremos o trabalho realizado pela força de uma mola, a velocidade e o tempo que o carrinho leva para percorrer o percurso de três metros que serão fundamentados as seguintes leis da física:

1.Incerteza instrumental

As ferramentas de medição com o paquímetro, a trena, a régua e ocronômetro entre outras, tem suas incertezas instrumentais a partir da vista de um observador, pois a difícil ter uma precisão exata de certos instrumentos quanto a seus números decimais e ate mesmo a precisão de visão que se pode ter ao apertar um cronômetro. Para as incertezas instrumentais existe como calcular o valor médio dessas incertezas com a possibilidade de dar um valor mais próximo e exatodo que foi constatado com os seguintes cálculos:

Desvio padrão:
Sn-1= (Eq.1)

Desvio padrão da media:
Sm = (Eq.2)

E o calculo da incerteza padrão da media:

Sp = (Eq.3)

2.Velocidade média

A velocidade de um corpo é a razão segundo qual a posição varia com o tempo. Podemos analisar um movimento de varias maneiras dependendo da sofisticação dos nossos instrumentos demedida.
A velocidade média é definida como a razão entre o deslocamento e o tempo necessário para este evento.
Velocidade media
Usa-se a velocidade média para calcular matematicamente a exata velocidade em que um protótipo se deslocou e o tempo para concluir esse percurso, porem esta velocidade e calculada de forma que será sempre constante.
O movimento dos corpos é compreendido dasua velocidade, com o valor de seu deslocamento e o tempo gasto que será observado. Dando origem a expressão:

Vm=d/t Eq.4

Onde:
V= velocidade
d= deslocamento
t= intervalo tempo

3.Aceleração

A aceleração de um corpo é a razão segundo qual a sua velocidade varia com o tempo. Ela nos da a informação de como a velocidade esta aumentando ou diminuindo durante opercurso. Para analisar a variação da velocidade durante um certo intervalo de tempo t nós definimos a aceleração média deste percurso como:

A = Vm / t

Onde:
A= aceleração em m/s²
Vm= velocidade média m/s
t= tempo do percurso analisado em s

4.Leis de Newton

* 1º Lei
Um corpo em movimento tende a permanecer em movimento ate que força contraria atuem de forma que serão maioresque as forças empregadas ate que este corpo se encontre me repouso.
Para movimentar um objeto e preciso agir sobre ele de forma que a reação acontecerá simultaneamente.
A velocidade é constante quando seu modulo direção e sentido não se modificam.

* 2º Lei
Principio fundamental da dinâmica que relaciona: a massa do corpo, a força empregada e a aceleração adquirida gerando a seguinteequação:

Fr=m.a

O produto da massa (m) com a aceleração (a) e igual à força resultante (Fr) aplicada esse corpo. Unidades no S.I.:

Unid(m)=kg
Unid(a)=m/s²
Unid(Fr)=N=Newtons

Todo corpo em repouso precisa de uma força para que esse corpo ganhe velocidade suficiente para se mover, adquirindo assim uma aceleração.

5.Lei de Hooke

A Lei de hook e consiste em determinar a constante de umamola após empregamos uma força, fazendo com que seu deslocamento segue proporcional a força aplicada.
Ao comprimir ou esticar uma mola ela possuirá variação do seu deslocamento na mesma medida que correspondente a força aplicada, acumulando pressão interna e depois de soltá-la ela ira se restaurar a forma inicial e com isso liberar a força antes acumulada.
Figura 1-constante da mola
Qualquermaterial após empregamos uma forca elástica ele sofrera uma deforma, que pode ser percebida ou não. Pode expressa-lá com a seguinte equação.

F=K.x (Eq. 1)

Onde:
F= Forca elástica
K= Constante elástica
x= Deformação ou alongamento elástico
Ressaltando que a uma deformação x é diretamente proporcional a constate elástica K:

K
K
Gráfico 2- proporcional da mola

Assim a...
tracking img