Carbono

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5128 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Wikipedia não tem fins lucrativos: por favor, faça hoje a sua doação.
$2.4M USD
$7.5M USD

Doe agora
[Esconder]
[Mostrar]
Wikipédia [pic]Para Sempre O nosso conhecimento partilhado. O nosso tesouro partilhado. Ajude-nos a protegê-lo.
[Mostrar]
Wikipédia [pic]Para Sempre O nosso conhecimento partilhado. O nosso tesouro partilhado. Ajude-nos a protegê-lo.

Créditos de carbono

Origem:Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa
Créditos de carbono ou Redução Certificada de Emissões (RCE) são certificados emitidos quando ocorre a redução de emissão de gases do efeito estufa (GEE). Por convenção, uma tonelada de dióxido de carbono (CO2) equivalente corresponde a um crédito de carbono. Este crédito pode ser negociado no mercado internacional. A redução daemissão de outros gases que também contribuem para o efeito estufa também pode ser convertidos em créditos de carbono, utilizando o conceito de Carbono Equivalente.
Créditos de carbono sao de GEE dando um valor monetário à poluição. Acordos internacionais como o Protocolo de Quioto determinam uma cota máxima que países desenvolvidos podem emitir. Os países por sua vez criam leis que restringem asemissões de GEE. Assim, aqueles países ou indústrias que não conseguem atingir as metas de reduções de emissões, tornam-se compradores de créditos de carbono. Por outro lado, aquelas indústrias que conseguiram diminuir suas emissões abaixo das cotas determinadas, podem vender o excedente de "redução de emissão" ou "permissão de emissão" no mercado nacional ou internacional.
Os países desenvolvidospodem promover a redução da emissão de gases causadores do efeito estufa (GEE) em países em desenvolvimento através do mercado de carbono quando adquirem créditos de carbono provenientes destes países.

|Índice |
|[esconder]|
|1 Tipos de mercado |
|1.1 O mercado de carbono e o Protocolo de Quioto |
|1.2 O mercado da União Europeia |
|1.3 Os mercados voluntários ||2 GEE e os créditos de carbono |
|3 Contraponto |
|4 Observações |
|5 Ver também |
|6Ligações externas |

[pic][editar] Tipos de mercado

Dependendo do mercado em contexto, os tipos de créditos, a forma de comercialização e os preços são diferentes.

[editar] O mercado de carbono e o Protocolo de Quioto

A preocupação com o meio ambiente levou os países da Organização das Nações Unidas a assinarem umacordo que estipulasse controle sobre as intervenções humanas no clima. Este acordo nasceu em dezembro de 1999 com a assinatura do Protocolo de Quioto. Desta forma, o Protocolo de Quioto determina que países desenvolvidos signatários, reduzam suas emissões de gases de efeito estufa (GEN) em 5,2%, em média, relativas ao ano de 1990, entre 2008 e 2012. Esse período é também conhecido como primeiroperíodo de compromisso. Para não comprometer as economias desses países, o protocolo estabeleceu que parte desta redução de GEN pode ser feita através de negociação com nações através dos mecanismos de flexibilização.
Um dos mecanismos de flexibilização é o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). O crédito de carbono do MDL é denominado Redução Certificada de Emissão (RCE) - ou em inglês,...
tracking img