Carboidratos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2482 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
C A R B O I D R A T O S
INTRODUÇÃO
Carboidratos também são chamados de glicídeos ou sacarídeos
Abrangem um dos maiores grupos de compostos orgânicos na natureza, sendo muito abundantes e compreendendo mais de 90% da matéria seca das plantas
Ocorrem como diversas estruturas e em diferentes graus de polimerização, apresentando variadas propriedades e funções
Estão presentes em diversosalimentos e são os nutrientes mais largamente consumidos, representando a fonte mais econômica de energia para o homem
FUNÇÕES
Energética
Reserva
Estrutural
Genética
Função Energética A maior parte da energia utilizada pelos humanos,
pela maioria dos animais e por muitos
microorganismos vem de carboidratos
Função de Reserva Polímeros de carboidratos, como amido e glicogênio
sãoreservas temporárias de energia
Função Estrutural Polímeros insolúveis de carboidratos, funcionam como
elemento estrutural na parede celular de plantas e
batérias e do tecido conjuntivo de animais
Carboidratos também formam estruturas mistas com
proteínas, denominadas glicoproteínas que tem
função estrutural na superfície das células animais
Função Genética O DNA ou ÁcidoDesoxiribonucleico, e o RNA ou
Ácido Ribonucleico, responsáveis pela
transmissão das informações genéticas, apresentam
como unidades fundamentais, os carboidratos
a desoxiribose e ribose
ESTRUTURA E CLASSIFICAÇÃO
Os carboidratos receberam esse nome pelo fato da fórmula empírica geral de muitos deles ser Cn(H2O)n, ou seja, “carbono hidratado”
Glicose C6H12O6 C6(H2O)6
Carboidratos sãopolihidroxialdeídos ou polihidroxicetonas
classificados em três grandes grupos conforme a sua estrutura:
Monossacarídeos
Oligossacarídeos
Polissacarídeos
MONOSSACARÍDEOS
Mono = um + Sacarídeo = açúcar Também chamados açúcares
simples
Os monossacarídeos são açúcares que não podem ser hidrolisados
gerando açúcares mais simples
Os monossacarídeos apresentam-se como cadeias carbônicas não ramificadascom 3, 4, 5, 6 e 7 átomos de carbono, onde os átomos de carbono estão ligados entre si, por ligações simples e um dos átomos de carbono está ligado a um átomo de oxigênio por uma ligação dupla, formando uma carbonila cetônica ou uma carbonila aldeídica
Independentemente do tamanho da cadeia carbônica, os sacarídeos estão divididos em duas famílias, conforme a carbonila presente na estrutura:cetoses ceto = cetona + ose = açúcar
aldoses aldo = aldeído + ose = açúcar
Os menores monossacarídeos apresentam 3 átomos de carbono e são chamados genericamente de trioses (tri = três carbonos + ose = açúcar)
Dihidroxiacetona Triose da família das cetoses
Gliceraldeído Triose da família das aldoses
Os monossacarídeos formados por cadeias carbônicas que apresentam 4, 5, 6 e 7 átomos decarbono e são chamados genericamente de tetroses, pentoses, hexoses e heptoses
Os primeiros monossacarídeos que tiveram sua estrutura determinada, foram representados como aldeídos ou cetonas livres em cadeias abertas, também chamadas de Projeções de Fischer
As Projeções de Fischer representam corretamente as trioses e tetroses, mas não as pentoses, hexoses e heptoses
Na presença decarbonilas aldeídicas ou cetônicas, álcoois adicionam-se formando hemiacetais ou hemicetais, respectivamente
0 Nos monossacarídeos forma-se uma ligação hemiacetal ou hemicetal intramolecular, ciclizando a estrutura, que passa a ser melhor representada pelas Projeções de Fischer- Tollens
Em ambos os casos, a representação é planar o que não condiz com a realidade, ficando os monossacarídeos melhorrepresentados pela Estrutura em Perspectiva de Haworth
Mesmo não correspondendo à realidade, as Projeções de Fischer ainda são muito usadas por uma questão de praticidade
Os monossacarídeos são agentes redutores, uma vez que a sua carbonila reage rapidamente com agentes oxidantes, doando elétrons e portanto sofrendo oxidação, motivo pelo qual são chamados de açúcares redutores
Todos os...
tracking img