Caracterizacao do mercado de oleos usados ou contaminados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 - Introdução 4
1.1 - Justificativa 4
1.2 - Objetivo Geral 7
1.3 - Objetivos específicos 7
2 - Fundamentação Teórica 8
3 - Metodologia Científica 16
4 - Cronograma de Execução 17
Referências Bibliográficas 18




























Lorena
2012

1 – Introdução

Os óleos lubrificantes sofrem degradação parcial de seus compostos orgânicose incorporam elementos inorgânicos indesejáveis durante o uso. Estas substâncias tornam o óleo lubrificante usado classificado como perigoso e altamente tóxico. Assim, no que se diz respeito à conservação ambiental e aos aspectos econômicos, o consenso mundial é que a melhor solução para os óleos lubrificantes usados objetive no tratamento para sua reutilização. Dentro desse contexto, nestetrabalho foi feito uma caracterização do mercado de óleos lubrificantes usados ou contaminados e um estudo quanto à eficiência e viabilidade das principais técnicas de rerrefino disponíveis no mercado.

1.1 – Justificativa

O óleo lubrificante usado em carros e máquinas industriais não pode ser descartado de qualquer maneira ou em qualquer lugar. O descarte inadequado do produto podeprejudicar o meio ambiente e a saúde das pessoas. Para evitar esta situação, o rerrefino é considerado o único destino legal para este perigoso resíduo, de acordo com a lei do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Resolução Nº362/CONAMA).
Através do processo de rerrefino, o óleo lubrificante usado ou contaminado (OLUC) se transforma em óleo mineral básico. Este processo resgata as propriedadesoriginais do produto, que é uma matéria-prima proveniente do petróleo (um recurso não renovável), usada na fabricação de óleos lubrificantes acabados e, desta forma, cumpre o princípio para a sustentabilidade quando retorna ao mercado, garantindo o reabastecimento, sem danos ambientais. De acordo com a indústria de rerrefino de óleo lubrificante Lwart, o óleo lubrificante acabado, pronto para serusado em veículos ou máquinas industriais, é composto por 90% de óleo mineral básico e 10% de aditivos. Com o uso, os aditivos se degradam, enquanto a base mineral continua com suas propriedades preservadas, possibilitando que seja recuperado e reutilizado após o rerrefino. Neste caso, embora exista o reaproveitamento do produto usado, o rerrefino não pode ser classificado como reciclagem,pois o processo industrial é semelhante ao do primeiro refino de petróleo em complexidade e tecnologia.
. De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria do Rerrefino de Óleos Minerais (Sindirrefino), o País gera, atualmente, 550 milhões de litros de óleo usado ou contaminado e, deste montante, 330 milhões (60%) são destinados ao rerrefino, conforme determinação da lei.
O processo dererrefino diminui a necessidade de extração de petróleo – recurso natural que não terá outra safra – e evita o descarte inadequado do óleo lubrificante usado que pode trazer enormes danos ao meio ambiente. Apenas um litro de óleo lubrificante usado pode contaminar 1 milhão de litros de água, quantia que uma pessoa leva 14 anos para consumir. O óleo lubrificante usado é um resíduo perigoso que, sedescartado no meio ambiente, permanece por décadas e contamina o solo, que fica inutilizável para agricultura. Ele também pode contaminar a água e os lençóis freáticos e, caso seja descartado na rede de esgoto, inviabiliza o seu tratamento. Os prejuízos causados pelo descarte inadequado também causam danos à saúde, como intoxicações, anemia, falha nos rins entre outros sintomas graves. A queimaindiscriminada do óleo pode agravar o efeito estufa e causar danos à pele e ao sistema respiratório em razão da liberação de gases tóxicos.


Figura 1 – Queima criminosa de óleo Figura 2 – Contaminação do solo causado por
lubrificante usado ou contaminado. vazamento de óleo lubrificante usado ou...
tracking img