Caracterização mineralógica e filiação da vermiculita da mina cerrado iii - sanclerlândia-go

Páginas: 55 (13724 palavras) Publicado: 14 de abril de 2011
Universidade de Brasília Instituto de Geociências

CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA E FILIAÇÃO DA VERMICULITA DA MINA CERRADO III - SANCLERLÂNDIA-GO

Dissertação de Mestrado
Heloisa Helena Azevedo Barbosa da Silva

ORIENTADORA: Dra. Edi Mendes Guimarães (UnB) CO-ORIENTADORA: Dra. Sara Lais Rahal Lenharo (UnB/DPF) EXAMINADORES: Dr. Reiner Neumann (CETEM) Dr. Nilson Francisquini Botelho (UnB)BRASÍLIA OUTUBRO, 2006

UnB – UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS

CARACTERIZAÇÃO MINERALÓGICA E FILIAÇÃO DA VERMICULITA DA MINA CERRADO III - SANCLERLÂNDIA-GO
Heloisa Helena Azevedo Barbosa da Silva

Orientadora: Dra. Edi Mendes Guimarães Co-orientadora: Dra. Sara Lais Rahal Lenharo

Dissertação apresentada ao curso de mestrado em Geologia da Universidade de Brasília –UnB, para obtenção do título de mestre em geologia.

Área de Concentração: Mineralogia e Petrologia

BRASÍLIA 2006

Aos quatro homens importantes de minha vida:

Meu pai, Engenheiro de Minas e Civil Carlúcio Barbosa da Silva, in memoriam, que despertou em mim, ainda criança, a curiosidade científica e o amor pelas Ciências da Natureza.

Meu esposo, Antônio Sales Teixeira (Tunico), grandecompanheiro e geólogo. Incentivador incansável.

Meus filhos universitários, Marcelo e Alexandre, como exemplo de que nunca é tarde para a busca do aperfeiçoamento profissional.

Agradecimentos
Agradeço acima de tudo a Deus, por fazer com que os acontecimentos em minha vida sempre se encaixem em uma seqüência harmoniosa e nos momentos certos, como este Mestrado. À minha família, porcompreender e aceitar meus períodos de afastamento e, mesmo assim, me incentivar a vencer mais este desafio. À empresa Furnas Centrais Elétricas S.A., especialmente aos engenheiros Rubens Machado Bittencourt, Cláudia Henrique de Castro e Emídio Neto de Souza Lira, pela liberação para comparecimento às aulas moduladas no Instituto de Geociências da UnB e pelo apoio logístico de suporte às viagens. À empresaBrasil Minérios Ltda., por permitir a execução de sondagem rotativa na área das minas e acesso à Planta Industrial, bem como o acesso a seu acervo técnico, além de liberar a divulgação dos resultados à comunidade científica. À Superintendência de Geologia e Mineração do Governo de Goiás, que, através do FUNMINERAL, realizou as análises químicas das amostras. Agradeço, especialmente, ao QuímicoSilvio Divino Carolina pela paciência nas inúmeras reanálises e discussões técnicas. À equipe do Laboratório de Mecânica das Rochas do Departamento de Apoio e Controle Técnico de FURNAS, especialmente à geóloga e amiga Ana Lívia Zeitune de Paula Silveira, pelas análises no MEV, discussões e incentivo; ao Técnico em Mineração Renato Batista de Oliveira, pelo cuidado com o equipamento de DRX, pelapaciência em embarcar nas minhas eternas experiências na busca da solução ideal e ainda, pela inestimável ajuda com o software de imagem e na edição dos mapas aqui apresentados; à Técnica em Mineração Fernanda Mendonça Ribeiro Camelo Góes e à estagiária em Mineração Roberta Martins Saraiva pela dedicação e paciência na preparação das incontáveis amostras para as técnicas analíticas aqui utilizadas,sem perder o bom humor e a disponibilidade. Ao Engenheiro Civil Sérgio Veiga Fleury que se desligou da equipe já no final deste Mestrado e que muito me ajudou com sua descontração, palavras de incentivo e na discussão sobre a apresentação dos resultados. Aos engenheiros civis Renato Cabral Guimarães, Wanderson Silvério Silva e Rodrigo Junqueira Calixto, por esclarecimentos quanto a formatações,auxílio em traduções e, principalmente pela amizade e incentivo. À Geóloga e amiga Maria Celene Barbosa Ferreira, pela boa vontade nas discussões iniciais sobre petrografia.

Aos professores do Instituto de Geociências da UnB que fizeram parte da minha formação profissional, com fantásticas excursões e alguns acidentes de percurso (como o naufrágio no Rio Maranhão) e que sempre me receberam de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • GO III
  • CARACTERIZAÇÃO FITOFISSIONAMICA DO BIOMA CERRADO
  • 002 caracterizacao mineralogica de minerios g1
  • CARACTERIZAÇÃO DO BIOMA CERRADO
  • Caracterização morfológica e mineralógica dos horizontes do solo
  • Extração e caracterização de plantas do cerrado
  • Caracterização engenharia de minas
  • Trabalho de GO III 1

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!