Capitulos andery

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 91 (22618 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO 5 RELAÇÕES DE SERVIDÃO: EUROPA MEDIEVAL OCIDENTAL
A Idade Média tem, como referência temporal, o período que vai do século V ao XV. Alguns autores citam 395 como marco inicial; nesse ano ocorreu a divisão do Império Romano em Império Romano do Ocidente e Império Romano do Oriente. O ano de 1453 é visto como marco final; nesse ano ocorreu a tomada de Constantinopla, pelosturcos otomanos. Nesse período (séculos V a XV), coexistiram civilizações com organi zações econômico-político-sociais diferentes: as civilizações ocidentais, oriundas do antigo Império Romano do Ocidente; as orientais, oriundas do antigo Império Romano do Oriente, como é o caso da civilização bizantina; e as civilizações orientais que não faziam parte do antigo Império Romano, como é o caso dacivilização muçulmana e das civilizações da Asia oriental. Dentre as orientais, serão destacadas as civilizações bizantina e muçulmana, por sua contribuição na divulgação de conhecimentos que seriam, posterior- mente, assimilados e desenvolvidos pela civilização ocidental. Essas civili zações caracterizam-se por ter formação étnico-cultural diversificada (grega, síria, egípcia, persa...), podercentralizado, grande desenvolvimento de cidades, o comércio como uma das principais atividades econômicas.
Além disso, nas sociedades orientais, a religião teve papel diferente daquele das sociedades ocidentais. Na civilização bizantina, apesar do pre domínio do cristianismo a religião era alvo de discussões e debates que a questionavam (o que é demonstrado pelas heresias quesurgiram), e a Igreja estava subordinada ao Estado. Na civilização muçulmana, onde predominava o islamismo, a religião possibilitou a coexistência de outras crenças e não teve papel monopolizador do conhecimento - uma vez que esse não era pro duzido apenas por religiosos -, tendo um caráter mais prático e utilitário.
Assim, essas civilizações, por suas características econômicas (o comércio era uma atividade bastante desenvolvida), político-institucionais (o
1 O cristianismo foi declarado religião oficial do antigo Império Romano em 312.
poder era centralizado e a Igreja não tinha papel monopolizador) e étnico- culturais (havia diversidade), desenvolveram-se num processo diferente do ocorrido na Europa ocidental.
O contato comoutras culturas fez com que as civilizações bizantina e principalmente muçulmana, respondendo às necessidades concretas existen tes, desenvolvessem conhecimentos em diversas áreas, aos quais a Europa ocidental teria acesso apenas posteriormente.
É o caso, por exemplo, das técnicas de irrigação, canalização, aclima tação de plantas exóticas, papel, pólvora, imprensa, astrolábio,atrelagem de cavalo, relógio, bússola, leme de popa, muitas dessas técnicas de procedência chinesa. Desenvolveram-se também conhecimentos na matemática (geome tria, álgebra, trigonometria, equações, etc.) nos quais interferiam os conheci mentos dos hindus; conhecimentos na medicina (anatomia e doenças diver sas), na geografia (astronomia e cartografia), estes últimos muito estimulados pelo incrementodo comércio. Estudos sobre o pensamento grego foram tam bém desenvolvidos, principalmente sobre Aristóteles que foi por eles tradu zido e posteriormente divulgado na Europa ocidental.
Assim, não se pode ver a Idade Média como um todo homogêneo, uma vez que nela coexistiram diferentes organizações sociais. Conside rando, no entanto, a amplitude de civilizações e a diversidade desuas características quanto ao modo de produção, limitar-se-á o estudo da pro dução de conhecimento do período medieval à região ocidental, embora não se deva esquecer a influência das contribuições orientais na sociedade feudal ocidental.
Há que se observar que, no que diz respeito ao modo de produção feudal ocidental, a passagem do escravismo ao feudalismo se deu num processo,...
tracking img