Capitulo 9 mind in the cave

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo 9

Este capítulo aborda essencialmente, as implicações sociais na forma como as imagens eram feitas e nos espaços onde eram concebidas. Foca em particular a adaptação das grutas (e da sua respectiva arte) à topografia, ao xamanismo cosmológico e a relações sociais. Neste capítulo exemplificam-se diversas grutas que levam ao levantamento da hipótese da existência de várias religiões aoinvés de uma única religião monolítica.
Um dos desafios mais exigentes para a compreensão do Paleolítico Superior, mais especificamente na arte rupestre, são os elementos específicos das imagens nas cavernas. Para haver uma compreensão da arte desta época específica da história, o autor propõe uma análise, não como a de Leroi-Gourhan de se basear em termos estruturais e concentrar-se estritamentesobre as espécies animais representados, mas sim considerar um amontoado de aspectos da arte parietal como por vezes o autor enfrenta em cavernas específicas:
- as maneiras como as imagens são feitas;
- os sítios onde elas são feitas;
- as implicações sociais de como e onde as imagens foram feitas e
- como os modos de execução, sítios significativos e relações sociais interagem entre si.Adoptando este método o autor considera que é necessário olhar para as cavernas como “áreas de actividade” espaços onde as pessoas se comportavam de maneiras que para eles eram apropriadas.
O argumento que o autor explora neste capítulo relaciona duas linguagens diferentes: Relação entre, por um lado, cosmologia e as crenças, e por outro lado a estrutura das cavernas; Relações entre a estruturasocial e a topografia das cavernas.
Desejando afastar se do estruturalismo purista de uma mentalidade fixa e estruturada que foi imposta ao mundo, argumenta que os povos das cavernas, não transcreveram simplesmente sob a forma de imagens as estruturas sociais do Paleolítico Superior. Fala antes em locais (as cavernas) como instrumentos activos na sociedade, quer em termos de propaganda quer emformas de transformação social.
Deve se ter em mente que a explicação Xamanista não deve ser vista como uma maneira monolítica de explicar estas sociedades, quer em termos temporais, geográficos, sociais e iconográficos, mas sim uma ferramenta de descobrir a sua diversidade.
Os povos do Paleolítico Superior exploraram diferentes locais (cavernas), e cada uma delas de acordo com a sua peculiaridadetopográfica, traduzida assim numa singularidade xamanística cosmológica e social. Muito possivelmente terá havido mais do que uma única religião xamanística e para tal comprovar o autor analisa duas cavernas da região de Dorodogne, que se pensa serem aproximadamente da mesma idade, topograficamente e de importância social diferentes mas com semelhanças indiscutíveis pela maneira como foramdecoradas –Gabillou e Lacaux.

Gabillou
Gabillou, situada perto de Mussidan, é um bom primeiro exemplo de como de como a distribuição de imagens dentro das cavernas pode ser entendida á luz da teoria Xamanística.
Como os primeiros depósitos de artefactos dos Magdelinianos foram encontrados dentro e fora da entrada da gruta de Gabillou, acredita-se que esta tenha sido ocupada nas primeiras partes doperíodo do Paleolítico Superior, e ao contrário de outras grutas que se desdobram no seu interior em várias passagens e câmaras, esta apenas tem uma entrada, que se julga ter estado aberta á luz natural durante a sua ocupação, e é composta apenas por uma câmara que se estende por cerca de 30metros. Vários historiadores, escavaram a caverna. O primeiro investigador, Gaston Charmarty, encontrou oitolâmpadas na superfície do túnel, um molar de cavalo, e várias partes de ossos. Após tal, Gaussen escavou o túnel e encontrou mais dez lâmpadas, um martelo de pedra, uma placa de rocha com traços de pintura, e vinte de sílex, flocos ou lâminas, uma das quais, coberta em ambos os lados de ocre vermelho.
Infelizmente, a entrada da câmara sofreu uma grande destruição devido à construção de um...
tracking img