Capitalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5008 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estado e sociedade civil no pensamento de Marx
State and civil society in Marx’s thinking

Jamerson Murillo Anunciação de Souza*

Resumo: Este ensaio objetiva realizar um resgate crítico acerca da
construção das categorias Estado e sociedade civil no pensamento de Karl Marx. Para tanto, debruça-se sobre as linhas mestras das elaborações dos contratualistas, assim como sobre o significado eo alcance do crivo hegeliano na remodelação teórica destas mediações fundamentais da vida social. Esta operação é requisito para explicitar a especificidade revolucionária do pensamento marxiano. Palavras-chave: Estado. Sociedade civil. Contratualismo. Emancipação política. Emancipação humana.

Abstract: This article presents a critical rescue of the construction of the categories State andCivil
Society in Karl Marx’s thinking. To do so, it focuses on the guidelines of the elaboration of contractualism, as well as on the meaning and scope of Hegel’s thinking to the theoretical remodeling of this essential mediation of the social life. This is required to express clearly the revolutionary specificity of Marx’s thoughts. Keywords: State. Civil society. Contractualism. Politicalemancipation. Human emancipation.

* Assistente social graduado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) — Recife/PE — Brasil; mestre em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFPE; membro do GET — Grupo de Estudos e Pesquisas sobre o Trabalho, coordenado pela Profa. Dra. Ana Elizabete Mota. E-mail: jamersonsouza@gmail.com.
Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 101, p. 25-39,jan./mar. 2010

25

Introdução

E

nveredar na discussão acerca da relação entre as categorias Estado e sociedade civil no pensamento de Marx significa apreender a profunda inflexão que o filósofo alemão imprimiu na concepção teórico-política desses que são, utilizando uma expressão lukacsiana, dois complexos sociais fundamentais. Esta inflexão é o resultado da ampla revisão teórico-críticaoperada por Marx ante as principais elaborações do pensamento social produzido na modernidade. Sendo assim, a discussão levantada por Marx sobre a relação entre Estado e sociedade civil está intimamente vinculada à crítica da filosofia do direito de Hegel, obra que consubstanciava o ponto alto da produção filosófica alemã. Hegel, por sua vez, é o representante da ruptura decisiva para com a correntecontratualista. No pensamento hegeliano não há espaço para a concepção de um eventual contrato, estabelecido de forma voluntária ou compulsória, entre indivíduos que viveriam, hipoteticamente, um estado de natureza, que fosse constantemente ameaçado — como para Hobbes —, ou pacífico — como para Locke e Rousseau. A essa altura, convém estabelecer a importância das produções contratualistas, umavez que expressavam o confronto, no plano teórico, das relações entre as classes sociais no interior do regime feudal. O período histórico que abarca o fundamento social da filosofia contratualista, nos séculos XVII e XVIII, coincide com a época do que Marx, em O capital, denominou de acumulação primitiva de capital (1985, p. 261). Segundo Marx, essa é a quadra histórica na qual a burguesia, comoclasse social, começa a adquirir um enorme potencial econômico e político. Para que a burguesia pudesse gozar livremente desse potencial seriam necessárias profundas alterações nas relações sociais do período feudal. Essas alterações teriam como objetivo livrar as relações mercantis das amarras da política do antigo regime. Os contratualistas estavam comprometidos com o estabelecimento de umordenamento social que garantisse direitos à burguesia, direitos esses cerceados pelo absolutismo feudal: de vida em Hobbes, de propriedade pri-

26

Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 101, p. 25-39, jan./mar. 2010

vada em Locke, e de liberdade em Rousseau. Assim sendo, é legítimo afirmar que os contratualistas reclamavam o que posteriormente fora denominado de Estado de Direito, isto é, uma forma...
tracking img