Capitalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1271 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
O desenvolvimento do sistema capitalista teve origem a partir da “queda” do sistema feudal, que gerou uma mudança substantiva no sistema econômico brasileiro provocando a mudança do eixo agroexportador para o urbano industrial.
No capitalismo as relações de produções e trabalho possuem características opostas ao feudalismo, pois o sistema capitalista deixa explicito a função dosdonos dos meios de produção e do trabalhador que vende sua força de trabalho, outra característica fundamental é a incessante busca pelo aumento da produção, a busca de lucros.
Em seu sentido mais restrito, o capitalismo corresponde à acumulação de recursos financeiros e materiais, que tem sua origem e destinação na produção econômica.
Junto com o próprio desenvolvimento econômico, cresceu também adesigualdade social no Brasil, como exemplos das disparidades sociais podem citar a miséria, o baixo nível de escolaridade, de renda e de saúde, entre outros, processos esses que desencadeiam a divisão de classes sociais.



DESENVOLVIMENTO
A desigualdade social no Brasil tem sido percebida nas ultimas décadas, não como herança pré- moderna, mas sim como decorrência do efetivo processo demodernização que tomou o país a partir do inicio do século XIX.
No Brasil a desigualdade social é uma das maiores do mundo.
O desencadeamento da questão social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente, sendo que a maior parte fica nas mãos de poucos.
A desigualdade social trata de expressões decorrentes das contradições entre categoria: capitais e trabalho, que sãopróprias do sistema capitalista de produção.
Como expressa CARVALHO e IAMAMOTO (2007, p. 77):
“A questão social no não é senão as expressões do processo de formação e desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da contradição entre oproletariado e a burguesia, a qual passa a exigir outros tipos de intervenção mais alem da caridade e repressão”. (CARALHO e IAMAMOTO, 2007, p. 77).
A sociedade atual esta dividida entre dois campos distintos, que é o proletariado (o trabalhador) e a burguesia, que são diferenciados socialmente por suas respectivas situações e funções: a classe trabalhadora é destinada a carregar o fardo dotrabalho físico e penoso, cujos frutos são usufruídos por outra classe, a burguesia, que são detentores da propriedade e autoridade.
Varias foram às transformações ocorridas no mundo capitalista e as classes sociais tiveram que mudar também.
O poder, os privilégios, a capacidade de consumo e de luxo levaram as classes a sofrer profundas mudanças, dentre elas ate a denominação sofreu alteração:burguesia para os proprietários e proletariados para os não- proprietários.
Os trabalhadores, no entanto tinham condições de vida degradante e descontentes com tal situação os operários começaram a organizar grupos, associações e entidades com o objetivo de pressionar os governos a mudar de situação.
Apesar das proibições, os movimentos não pararam de crescer e assim, surgiu os primeiros sindicatos, quecomeçaram a se manifestar de diversas maneiras, principalmente através das greves.
Diante do cenário de multiplicação dos problemas sociais, que se originou da pobreza, o Estado encontrou-se diante de pressões populares e do aumento da desigualdade social, assumindo assim a função de administrar, ou reduzir, os males impostos às classes subalternas.
As ações governamentais que eram feitas peloEstado estavam focalizadas muito mais em reduzir ou comprimir as manifestações do que propriamente o sofrimento desumano da classe trabalhadora.
Como cita RAICHELIS e IAMAMOTO:
“O atendimento a estas demandas constitui, também, uma forma de o Estado legitimar-se frente a estas classes, aparecendo sob a capa da neutralidade e defesa do bem- estar social de todos os membros da sociedade.”...
tracking img