Capitalismo uma historia de amor - análise critica.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (600 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A verdadeira história de amor que aqui se conta não é a dos EUA com o capitalismo - é a de Michael Moore com o seu país

E se Michael Moore tivesse deixado cair a "fachada" de "pára-raios"controverso para fazer um filme onde a sua componente de documentarista militante é, por uma vez, movida por algo de pessoal? Depois da presidência Bush, das armas, do 11 de Setembro, do serviço de saúde,atira-se em "Capitalismo - uma História de Amor" à crise económica, desenhando o sistema capitalista como um monstro que cresceu desregradamente e, no processo, traiu as boas intenções originais em nomeda ganância e do regresso a um sistema aristocrata onde os ricos concentram o poder e o dinheiro.

A espantosa montagem de abertura - onde a América contemporânea é comparada ao império romano -explica que Moore continua a dominar como poucos a arte da montagem, mas rapidamente se percebe que esta viagem pelo capitalismo é mais "desfocada" do que lhe é habitual. Os "episódios" dos segurosfraudulentos (paradoxalmente dos momentos mais fortes do filme em termos puramente documentais) são algo laterais à provocante tese central de uns EUA verdadeiramente dominados por poderes económicosconservadores que terão elaborado um autêntico "golpe de estado" financeiro.
E, nessa "desfocagem", percebemos que Moore, suposta némesis dos conservadores e suposto menino bonito dos media liberais, estámuito mais próximo do conservadorismo moderado que é hoje quase uma raridade na cada vez mais polarizada política americana. A sua defesa incansável do trabalhador, do "homem comum" que ficouqueimado na recessão, contra uma elite política e financeira (republicana ou democrata, é indiferente) desligada da realidade quotidiana, a sua necessidade de punir os supostos "senhores do mundo" quedestruiram as poupanças de anos de trabalho, vêm direitinhas dos valores conservadores e clássicos da "heartland America", de um sentido de comunidade que foi criado no próprio centro do capitalismo:...
tracking img