Cap 7 e 8 - o homem criativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1522 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Carl Jung fala que o que forma a consciência é a separação entre o Ego e o Outro.
Assim, para adquirir autonomia, o ego precisa separar-se do Si-Mesmo. Enquanto isso não ocorrer, e o ego não se diferenciar da totalidade consciente-inconsciente, haverá uma fusão ou identidade entre o eu e os objetos. Esse é o estado original das coisas: não há distinção, nem diferenças.
Do mesmo modo, pode-seafirmar que nossa origem é um estado indiferenciado de identidade, no qual o EGO se encontra em fusão com o inconsciente, e caminhamos para uma diferenciação que implica uma separação de opostos eu-outro, consciente-inconsciente. Essa separação é necessária para que as funções psicológicas serem exercidas de maneira direcionada. Esse processo de diferenciação no sentido da organização da consciênciae formação do ego "é o principal produto de toda a atividade arquetípica , e este é intermediado pela ação dos símbolos (O eixo ego-Si-Mesmo)
Para Jung, a formação e o desenvolvimento do eixo ego-Si-Mesmo ocorrem durante a primeira metade da vida.
Segundo Jung as “fases” de desenvolvimento podem ser descritas:
a) da infância até a puberdade, quando predomina a vida instintiva:
b) da puberdadeaté a meia-idade, período da vida adulta, quando o ego completa sua separação do inconsciente, firmando sua autonomia, e o indivíduo integra-se à sociedade;
Durante essas duas primeiras fases, A preocupação maior relaciona-se à conquista de uma identidade, autonomia, adaptação social, aquisição de recursos e, usualmente, o estabelecimento de uma família e a criação dos filhos.
c) a meia-idade,quando a adaptação se volta do mundo exterior para o interior;
d) a velhice, em que se dá a preparação para a morte.
A segunda metade da vida, o indivíduo estaria principalmente envolvido com o objetivo cultural, que diz respeito mais às questões inconscientes que conscientes, é quando temos, segundo Jung, a oportunidade de encontrar o significado de nossa vida. Muitos adultos que nao se voltampara a busca do significado da vida e, ao entrarem na segunda metade da vida defrontam com um vazio existencial
Sobre isso, muitos dos pacientes de Jung o procuravam em razão da falta de um significado nas suas vidas.
Segundo Jung, no caminhar da vida existe uma intencionalidade, um objetivo a ser alcançado: o da realização da totalidade individual, com a integração de todos os aspectos de nossapersonalidade originária. A individuação é a realização do vir-a-ser do homem, cujo objetivo final é a integração de consciência e inconsciente. A pessoa não é passiva neste processo, ele exige a a colaboração do ego consciente, que deve buscá-Ia e conquistá-Ia com empenho, engajamento paciência e coragem.
Sobre psicoterapia junguiana, o diagnóstico funciona apenas como uma referência e nãodeve nunca ter mais importância que a pessoa em sua totalidade. Neste processo, o individuo é visto como um ser único, bem como, também é único o caminho de cada um para resolução de seus conflitos. Sendo assim, o objetivo da psicoterapia é promover um reajuste da atitude psicológica , com a ajuda do terapeuta, que neste processo tem o papel de facilitar e encorajar o paciente a encontrar o seupróprio caminho do que lhe indicar o que fazer (“receita da individuação”).
O elemento central para a compreensão da fenomenologia do inconsciente é o símbolo. Existem várias maneiras de chegar até ele: os sintomas, os sonhos, as fantasias, a relação analítica e, enfim, qualquer situação da própria vida. Os analistas junguianos costumam enfatizar os sonhos, para obter uma compreensão dos símbolos euni-los à história individual do cliente e, em especial, ao seu ponto de vista consciente. Por tanto, a direção do tratamento deve derivar principalmente dos sonhos e da relação terapêutica entre analisando e terapeuta.
Na prática, poucas são as pessoas que buscam espontaneamente algum tipo de ajuda psicoterápica para o autoconhecimento. A maioria chega motivada por uma situação de crise. A...
tracking img