Cap. 1 - origem e desenvolvimento da qvt

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1010 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1.1. O que é QVT?

A qualidade de vida no trabalho abrange o conjunto das atuações de uma empresa que visam tornar o trabalho dos colaboradores menos penoso, ou seja, toda a ação adotada dentro ou fora da empresa que proporcione melhores condições de trabalho, além de promover saúde, segurança e motivação aos empregados. A implantação da QVT é feita a partir do momento em que a empresarelaciona-se com seu colaborador como um todo, investindo no desenvolvimento de pessoas com o intuito de manter o bem-estar do colaborador e obter maior produtividade.

Qualidade de Vida no Trabalho é o conjunto das ações de uma empresa que envolve a implantação de melhorias e inovações gerenciais e tecnológicas no ambiente de trabalho. A construção da qualidade de vida no trabalhoocorre a partir do momento em que se olha a empresa e as pessoas como um todo, o que chamamos de enfoque biopsicossocial. O posicionamento biopsicossocial representa o fator diferencial para a realização de diagnostico, campanhas, criação de serviços e implantação de projetos voltados para a preservação e desenvolvimento das pessoas, durante o trabalho da empresa.

(FRANÇA, 1997// Peguei no artigo de onde tiramos o trabalho)

1.2. Origem da Qualidade de Vida no Trabalho.

Com títulos diversificados e ideais ainda primitivos, a preocupação com a Qualidade de Vida no Trabalho está presente na história da humanidade desde suas premissas. Embora ela somente pôde ser reconhecida a partir do início do século XX, vale ressaltar que grandes figuras históricas como Euclides deAlexandria e Arquimedes influenciaram muitos trabalhadores e agricultores da época com suas teorias, como Por exemplo os Princípios da Geometria e a Lei das Alavancas, que em paralelo com os conceitos atuais, foram sugeridos para facilitar o trabalho, diminuir os esforços e trazer satisfação aos trabalhadores.

Historicamente exemplificando, os ensinamentos de Euclides (300a.C.) de Alexandria sobre os princípios da geometria serviram de inspiração para a melhoria do método de trabalho dos agricultores à margem do Rio Nilo, assim como a Lei das Alavancas, de Arquimedes, formulada em 207 a.C., veio a diminuir o esforço físico de muitos trabalhadores.

(Qualidade de Vida no trabalho: Origem, evolução e perspectivas)

1.3. Desenvolvimento daQualidade de Vida no Trabalho

A Qualidade de Vida no Trabalho sofreu diversas influências das teorias administrativas até atingir a dimensão que possui hoje. Seus primórdios tinham uma visão limitada de motivação que ambicionava suprir unicamente as necessidades financeiras dos funcionários. Os valores foram se moldando e se adaptando às necessidades de sua época e transformações da economia, até quefinalmente adotasse uma visão mais ampla e flexível que sugere diversos fatores motivacionais.

1.3.1. O Homo Economicus e o Homo Social

A princípio podemos citar Frederick Winslow Taylor, com a Teoria da Administração Científica, que se baseava na divisão do trabalho devido sua especialização, onde em cada setor havia um supervisor que acompanhava os funcionários. Tudo isso resultou em umacooperação otimizada dos funcionários, pois não havia um aumento na carga horária e nem a redução da qualidade das condições de trabalho, além de possibilitar uma maior interação entre superiores e seus subordinados. Entretanto o único fator de motivação para esses funcionários era a questão salarial, e havia um aumento no nível de ansiedade dos trabalhadores.

A AdministraçãoCientifica baseava – se na concepção do homo economicus, segundo a qual o comportamento do homem é motivado exclusivamente pela busca por dinheiro e pelas recompensas salariais e matérias do trabalho. Toda a abordagem clássica da administração se alicerçava nessa estreita teoria de administração.

Logo, essa teoria se tornou ultrapassada em relação às questões sociais e humanas. A experiência...
tracking img