Cantigas de maldizer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (317 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cantigas de Maldizer
São caracterizadas pela obscenidade, difamação, zombaria e muitas vezes tendo em si conteúdo erótico. Mesmo sendo obsenas não possuíam duplo sentido.
As cantigas de maldizerfaziam parte do período literário Trovadorismo, na Idade Média, em Portugal. Todas as cantigas eram escritas em galego-português.
Sendo concretas e particulares, revelavam em muitos casos o nome dapessoa agredida. Sempre era dirigida a alguém próximo ou do mesmo ciclo do trovador.
Mostrava os costume e vícios da época, principalmente vindo da Corte, mas também eram utilizados por jograis,menestéis, clérigos, soldadeiras, nobres e prostitutas.
As Cantigas de Maldizer são consideradas documentos da vida social, revelando detalhes da vida intima da aristocracia.
Por ser sátira direta,o emprego mais frequente é de palavras de baixo calão. Buscaram um caminho próprio na poesia por muitos anos.
Os temas mais conhecidos são:
* As disputas entre jograis;
* Os desconcertosdo mundo;
* A vida duvidosa dos soldadeiras;
* Os amores entre fidalgos e plebeias;
* As mentiras do amor;
Exemplo de cantiga de maldizer:
Roi queimado morreu con amor 
Em seuscantares por Sancta Maria 
por ua dona que gran bem queria 
e por se meter por mais trovador 
porque lh'ela non quis [o] benfazer 
fez-s'el en seus cantares morrer 
mas ressurgiu depois ao tercerdia!... 
Meu senhor arcebispo, and'eu escomungado
porque fiz lealdade; enganou-me o pecado!
Soltade-m, ai senhor, e jurarei, mandado,
que seja traëdor.
Se traïçon fezesse, nunca vo-la diria;
maispois fiz lealdade, vel por Santa Maria,
Soltade-m, ai senhor, e jurarei, mandado,
que seja traëdor.
Per mia malaventura tive hun en Sousa
e dei-o a seu don' e tenho que fiz gran cousa.Soltade-m, ai senhor, e jurarei, mandado,
que seja traëdor.
Por meus negros pecados tive hun castelo forte
e dei-o a seu don', e hei mêdo da morte.
Soltade-m, ai senhor, e jurarei, mandado,
que seja...
tracking img