Cansei

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1318 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Cansei-me!
Entendo que o mundo evangélico não admita que um pastor confesse o seu cansaço. Conheço as várias passagens da Bíblia que prometem restaurar os trôpegos. Compreendo que o profeta Isaías ensine que Deus restaura as forças do que não tem nenhum vigor. Também, estou informado de que Jesus dá alívio para os cansados. Por isso, já me preparo para as censuras dos que se escandalizarem coma minha confissão e me considerarem um derrotista. Contudo, não consigo dissimular: eu sinto-me exausto.

Não, não me afadiguei com Deus ou com minha vocação. Continuo entusiasmado pelo que faço; amo o meu Deus, bem como a minha família e os amigos. Permaneço esperançoso. A minha fadiga nasce de outras fontes.

Canso-me com o discurso repetitivo e absurdo dos que mercadejam a Palavra deDeus. Já não aguento mais que se usem versículos tirados do Antigo Testamento e que se aplicavam a Israel para vender ilusões aos que lotam as igrejas em busca de alívio. Essa possibilidade mágica de reverter uma realidade cruel me deixa arrasado porque sei que é uma propaganda enganosa. Cansei-me dos programas de rádio em que os pastores não anunciam mais os conteúdos do evangelho; gastam o tempoalardeando as virtudes das suas próprias instituições. Causa tédio tomar conhecimento das infinitas campanhas e correntes de oração; todas visando exclusivamente, a encher os seus templos. Considero os amuletos evangélicos horríveis. Cansei-me de ter de explicar que há uma diferença brutal entre a fé bíblica e as crendices supersticiosas.

Canso-me com a leitura simplista que algumas correntesevangélicas fazem da realidade. Sinto-me triste quando percebo que a injustiça social é vista como uma conspiração satânica, e não como fruto de uma construção social perversa. Não consideram os séculos de preconceitos nem que existe uma economia perversa privilegiando as elites há séculos. Não aguento mais os cultos de amarrar demónios ou de desfazer as maldições que pairam sobre o Brasil e o mundo.Canso-me com a repetição enfadonha das teologias sem criatividade nem riqueza poética. Sinto pena dos teólogos que se contentam em reproduzir o que outros escreveram há séculos. Presos às molduras das suas escolas teológicas, não conseguem admitir que haja outros ângulos de leitura das Escrituras. Convivem com uma teologia pronta. Não vêem a sua pobreza porque acreditam que basta aprofundaremum conhecimento “científico” da Bíblia e desvendarão os mistérios de Deus. A aridez fundamentalista exaure as minhas forças.

Canso-me com os estereótipos pentecostais. Como é doloroso observá-los: sem uma visitação nova do Espírito Santo, buscam criar ambientes espirituais com gritos e manifestações emocionais. Não há nada mais desolador que um culto pentecostal com uma coreografiapreservada, mas sem vitalidade espiritual. Cansei-me, inclusive, de ouvir piadas contadas pelos próprios pentecostais sobre os dons espirituais.

Cansei-me de ouvir relatos sobre evangelistas estrangeiros que vêm ao Brasil para soprar sobre as multidões. Fico abatido com eles porque sei que provocam as pessoas de forma a que elas “caiam sob o poder de Deus” para tirar fotografias ou gravar osacontecimentos e depois levantar fortunas nos seus países de origem.

Canso-me com as perguntas que me fazem sobre a conduta cristã e o legalismo. Recebo todos os dias várias mensagens electrónicas de pessoas a perguntarem-me se podem beber vinho, usar “piercing”, fazer tatuagem, tratar-se com acupunctura, etc., etc. A lista é enorme e parece inexaurível. Canso-me com essa mentalidade pequena, que não saidas questiúnculas, que não concebe um exercício religioso mais nobre; que não pensa em grandes temas. Canso-me com gente que precisa de cabrestos, que não sabe ser livre e não consegue caminhar com princípios. Acho intolerável conviver com aqueles que se acomodam com uma existência sob o domínio da lei e não do amor. Canso-me dos livros evangélicos traduzidos para português. Não tanto pelas...
tracking img