Candida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1062 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANÁLISE GENOTÍPICA E FENOTÍPICA DE CANDIDA ALBICANS ISOLADAS DE CANDIDÍASE VULVOVAGINAL

Franciele Abigail Vilugron Rodrigues1, Adriana Fiorini1, Patrícia de Souza Bonfim-Mendonça1, Flávia Kelly Tobaldini1, Márcia Edilaine Lopes Consolaro2, Terezinha Inez Estivalet Svidzinski1,

1Universidade Estadual de Maringá/Departamento de Análises Clínicas e Biomedicina, Maringá, PR. Laboratório deMicologia Médica
2Universidade Estadual de Maringá/Departamento de Análises Clínicas e Biomedicina, Maringá, PR. Laboratório de Citologia Clínica


E-mail: francieleavr@gmail.com


Palavras-chave: Candida albicans, RAPD, microssatélites, candidíase vulvovaginal, susceptibilidade a antifúngicos.


Introdução

A candidíase vulvovaginal (CVV) é uma infecção da vulva e vagina, causadapor leveduras, principalmente Candida albicans. A resistência de algumas leveduras a antifúngicos tem sido um problema crescente, pois muitas das espécies não-albicans são menos susceptíveis aos derivados azólicos, o que dificulta o tratamento da candidíase (Sojakova et al., 2004). Essa é uma das razões da crescente importância dos testes de susceptibilidade. Adicionalmente, a determinação do perfilgenotípico destas leveduras é importante quando se deseja correlacionar características fenotípicas, tais como fatores de virulência, susceptibilidade a antifúngicos, com determinados genótipos. Os objetivos deste trabalho foram realizar a caracterização genotípica de Candida albicans isoladas de vulvovaginite, através das técnicas de RAPD e microssatélites e realizar o teste de suceptibilidade aalguns antifúngicos comerciais e ao extrato hidroalcoólico (EHA) de Sapindus saponaria.


Materiais e métodos

Delimitação da população em estudo

Foram utilizados isolados de C. albicans de CVV pertencentes ao banco de leveduras do Laboratório de Micologia Médica da UEM.

Teste de susceptibilidade aos antifúngicos (TSA)

Foram avaliados os antifúngicos fluconazol,nistatina, itraconazol e o extrato hidroalcoólico de Sapindus saponaria. A concentração inibitória mínima (CIM) foi determinada pelo método de microdiluição em caldo. A CIM foi considerada a menor concentração capaz de inibir o crescimento das leveduras.

Preparação do DNA


O DNA genômico extraído como descrito por Chong et al. (2003), com algumas modificações. O DNA extraído foi diluído para25ng/µl e estocado à -20oC.

Análise de microssatélites

Os produtos de amplificação dos loci CDC3, EF3, HIS3 (Botterel et al., 2001) foram analisados por eletroforese em gel de poliacrilamida a 8%. O tamanho dos fragmentos foi determinado e o Poder Discriminatório (PD) foi calculado de acordo com o índice de Simpson (Soll et al., 1991).

Análise por RAPD-PCR (Amplificação Randômica deDNA Polimórfico)

Os perfis de RAPD foram obtidos com os primes OPE-18, OPA-18 e P4. A reação de RAPD foi realizada baseando em Bautista-Muñoz et al. (2003), com algumas modificações. Oito µl da reação foram analisados por eletroforese em gel de agarose 2,0 % em tampão TBE 0,5X de 2 a 3 horas a 100 Volts. Os perfis de RAPD foram obtidos através do software Bionumerics® versão 4.6(Applied Maths). A similaridade foi verificada pelo coeficiente (SAB) entre os padrões para cada par de isolados A e B. Um valor da SAB 1,00 indica que o padrão de bandas para a linhagem A é idêntica à B; valores entre 0,80-0,99 representam isolados clínicos muito semelhantes, mas não idênticas, e pode sugerir a microevolução de uma única estirpe; valores de SAB menor que 0,80 representam linhagensindependentes.



Resultados

Teste de susceptibilidade aos antifúngicos (TSA)

Variabilidade foi observada em todos antifúngicos testados. Os azóis apresentaram diferentes perfis de sensibilidade, sendo que Fluconazol teve maiores percentagens 97% em relação à Itraconazol 51%. Os poliênicos também apresentaram comportamento semelhante, onde Nistatina apresentou um maior perfil de...
tracking img