Cancer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6355 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Revisão de Literatura
Álcool e Câncer Bucal
Artigo submetido em 1/9/06; aceito para publicação em 29/5/07

Álcool e Câncer Bucal: Considerações sobre os Mecanismos
Relacionados
Alcohol and Oral Cancer: Comments on Related Mechanisms

Vinícius Coelho Carrard1, Aline Segatto Pires2, Ricardo Losekann Paiva1, Anna Cecília Moraes Chaves1, Manoel Sant'Ana Filho1

Resumo
O consumo de álcool éum dos fatores de risco para o desenvolvimento do câncer bucal; entretanto, os mecanismos
envolvidos no dano gerado pelo álcool são parcialmente compreendidos. Determinadas concentrações de álcool
causam aumento da permeabilidade da mucosa bucal, potencializando a penetração de carcinógenos. Além disso,
é responsável por um aumento na proliferação epitelial, bem como pela modificação do seuprocesso de maturação.
Outras alterações, como redução da capacidade de reparo de DNA, distúrbios do sistema imune e do estado
nutricional podem contribuir na sua relação com o desenvolvimento do câncer bucal. O metabolismo do álcool
aumenta a produção de radicais livres e diminui os mecanismos antioxidantes, levando ao estresse oxidativo. O
polimorfismo genético das enzimas de degradação doálcool pode ser responsável pela diferença na sensibilidade
individual. Algumas isoformas dessas enzimas permitem o acúmulo de metabólitos tóxicos como o acetadeído,
que pode causar dano ao DNA ou a outras estruturas celulares. A partir de uma revisão de literatura, esse trabalho
tem como objetivo estabelecer uma relação entre os diferentes mecanismos da ação do álcool e a carcinogênese nacavidade oral.
Palavras-chave: Etanol, Carcinoma de células escamosas, Mucosa bucal

1

Programa de Pós-graduação em Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Porto
Alegre (RS), Brasil
2
Curso de Graduação da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Porto Alegre (RS), Brasil
Endereço paracorrespondência: Vinicius Coelho Carrard. Rua Ramiro Barcelos, 2492 - apto. 503 - Porto Alegre (RS), Brasil - CEP: 90035-003.
E-mail: vcarrard@yahoo.com.br

Revista Brasileira de Cancerologia 2008; 54(1): 49-56

49

Carrard VC et al.

INTRODUÇÃO
O consumo de álcool é um dos principais fatores de
risco relacionados ao desenvolvimento do câncer de
boca. O dano provocado pelo consumo de álcool namucosa oral pode ser resultado de sua ação direta, pela
sua presença na corrente sangüínea ou de sua atuação
sobre outros sistemas. Diversos mecanismos podem
influenciar a mucosa oral, não estando claro na literatura
qual desses seria o mais importante no que diz respeito
à carcinogênese em boca. A partir de uma revisão de
literatura, este trabalho tem como objetivo estabelecer
uma relaçãoentre os diferentes mecanismos da ação do
álcool e a carcinogênese na cavidade oral.
Os artigos foram localizados através de busca na base
de dados Medline, fazendo o cruzamento das palavras
"oral mucosa" e "alcohol". Dentre os trabalhos
encontrados, foram selecionados aqueles que se
enquadravam no enfoque do trabalho e mais relevantes
em termos de delineamento e resultados encontrados.Alguns artigos citados nesses trabalhos foram utilizados,
a fim de trazer informações complementares.

REVISÃO DE LITERATURA
O consumo de álcool (etanol) tem aumentado em
várias populações, e a faixa etária dos indivíduos
consumidores tem sido cada vez mais baixa1,2. Diversos
estudos epidemiológicos têm mostrado que o consumo
de álcool é um fator de risco para o desenvolvimento de
carcinomaespinocelular, que é o tipo de câncer mais
comum na cavidade oral3-9.
Esta relação é ainda mais evidente quando há
associação com o hábito de fumar, o que se observa na
maioria dos indivíduos, dificultando o estudo de sua
ação isolada6,9-14.
O estudo dos efeitos do consumo de álcool na
cavidade oral encontra uma série de dificuldades, pois
os indivíduos geralmente ingerem diferentes...
tracking img