Cancer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1789 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
O estudo a respeito das ações de Terapia Ocupacional no processo de inclusão social da criança com deficiência visual é de extrema relevância se confrontado com as estatísticas, indicando que aproximadamente 24,6 milhões de pessoas, ou 14,5% da população total, apresentaram ou algum tipo de incapacidade ou deficiência. São pessoas com ao menos alguma dificuldade de enxergar,ouvir, locomover-se ou alguma deficiência física ou mental. Entre 16,6 milhões de pessoas com algum grau de deficiência visual que são brasileiros, quase 150 mil se declararam cegos.
Conforme o Censo Demográfico 2000-IBGE, são 16.644.842 deficientes visuais incapazes, com alguma ou grande dificuldade permanente de enxergar. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 314 milhões depessoas em todo o mundo sofrem de deficiências visuais, sendo 46 milhões delas cegas. A maioria da população mundial com deficiência visual encontra-se na terceira idade numa estatística de 75%, sendo que 5% deste total são referentes à criança. Pesquisas revelam que crianças com deficiência visual têm dificuldades no processo de inclusão social por não estarem habilitadas para a execução deatividades do cotidiano e por falta programas que as capacitem. Este estudo vem ressaltar a importância da prática da Terapia Ocupacional no processo de inclusão social destas crianças, acreditando que a inclusão social é um requisito fundamental para a construção de uma sociedade desenvolvida e inclusiva. A criança com deficiência visual precisar ser parte ativa da sociedade em que vive geradora de novaspossibilidades e criadora da sua própria historia, exercer sua cidadania é um direito seu que depende das oportunidades e experiências que lhe são oferecidas.
A visão se apresenta como um sentido de grande importância na captação de estímulos e projeções espaciais, facilitando o relacionamento do homem na sociedade. De acordo com Hall, a percepção de um cego atinge um raio de seis a trintametros, enquanto as pessoas com visão poderiam atingir as estrelas. Além disso, na maioria das vezes, os deficientes têm comprometidas as suas relações pessoais, através da exclusão social, pois fogem do padrão de normalidade estabelecido. Segundo definição da Secretaria de Educação Especial, deficiência visual “é a perda ou redução total da capacidade de ver com o melhor olho e após a melhorcorreção ótica”. (Brasil, 1994, p.16)
A diminuição da resposta visual pode ser leve, moderada, severa, profunda (que compõem o grupo de visão subnormal ou baixa visão) e ausência total da resposta visual (cegueira).
Segundo a OMS (Bangkok, 1992), o indivíduo com baixa visão ou visão subnormal é aquele que apresenta diminuição das suas respostas visuais, mesmo após tratamento e/ ou correção ópticaconvencional, e uma acuidade visual menor que 6/ 18 à percepção de luz, ou um campo visual menor que 10 graus do seu ponto de fixação, mas que usa ou é potencialmente capaz de usar a visão para o planejamento e/ ou execução de uma tarefa.
Fatores pessoais (cognitivos, sensoriais, psicológicos, físicos e relativos à percepção) e ambientais (cor, contraste, tempo, espaço e iluminação) podem, pois,potencializar ou agravar o nível de funcionamento visual decorrente de alterações das funções visuais, nomeadamente, na acuidade visual, no campo visual, na motilidade ocular, nas funções cerebrais e na percepção da luz e da cor. Por exemplo, um aluno com reduzida acuidade visual pode melhorar a sua eficiência visual na leitura se tiver capacidades físicas específicas para manipular ajudas ópticas ouse aumentarmos o tamanho dos caracteres. Qualquer intervenção educativa requer, por isso, uma avaliação rigorosa que permita perceber como é que determinado aluno utiliza a visão. Essa avaliação tem necessariamente que assumir um caráter multidimensional e interativo, abrangendo as dimensões acima referidas: funções visuais, fatores pessoais e fatores ambientais. Através da visão as crianças...
tracking img