Cancer de prostata

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESPIRITO SANTO – UNESC
ARIANE FREITAS MOTA











CÂNCER DA PRÓSTATA











COLATINA
2012


CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESPIRITO SANTO – UNESC
ARIANE FREITAS MOTA









CÂNCER DA PRÓSTATA




Trabalho apresentado ao Centro Universitário do Espirito Santo– UNESC, sob orientação da professoraRosimara Vieira DallaBernardina, do curso de Fisioterapia, como requisito para a obtenção de nota no Trabalho Especifico e AEED.





Colatina
2012


INTRODUÇÃO


A próstata é um órgão que faz parte do sistema reprodutor masculino, tem função de produzir e secretar um líquido que se junta à secreção da vesícula seminal para formação do sêmen e auxiliar no transporte dos espermatozoides, produzidos nos testículospara ser eliminados na ejaculação.
É também dentro dela que ocorre a transformação do principal hormônio masculino - a testosterona - em diidrotestosterona, que, por sua vez, é responsável pelo controle do crescimento dessa glândula (ROCHA P. A, 2000).
A próstata está localizada abaixo da bexiga, a frente do reto e envolve a porção inicial da uretra, que é o canal da urina que liga a bexiga aoorifício externo do pênis.McNealconceituo a anatomia da próstatadividindo-a em zonas; central, periférica, de transição, que são diferentemente afetadas pelas neoplasias(TANAGHO Emil A, 2007). E com base em seus estudos McNealchegou ao conclusão de que 60 a 70 % dos carcinomas da próstata tem origem na zona periférica. E ainda aponta quea hiperplasia prostática benigna origina-se na zona detransição.
Segundo o Urologista Cássio Andreoni, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, “a glândula pode crescer e o indivíduo não apresentar queixa alguma". Já o Urologista Rafael da Luz Boeno, do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul diz:¬"Acredita-se que 30% dos homens com a hiperplasia necessitam de um tratamento".
Especialistas alegam que os homens acima de 50anos de idade que não fazem exames de rotina com prevenção ou não buscam tratamento ao câncer de próstata estão propensos a sofrer de;incontinência urinária, ejaculação retrógrada (não sair esperma para fora), impotência sexual,perda abundante de sangue e a eventual a morte. Segundo dados descritos pelo INCA o câncer da próstata é a quarta causa de morte por neoplasias no Brasil.Etiologia e Epidemiologia

De acordo com a estimativa do ano de 2012 realizada pelo INCA (Instituto Nacional de Câncer), aproximadamente 62% dos casos de câncer da próstata diagnosticados no mundo acometem homens com 65 anos ou mais.
Os fatores genéticos hereditários, alterações em genes somáticos e hábitos alimentares estão relacionados ao desenvolvimento dessa neoplasia. (KUBAGAWA. et al,2005.)A causa de hiperplasia do próstata é desconhecida, mas alguns estudos do Urologista Miguel Srougi apontam o “redespertar embrionário” dizendo que esse crescimento pode estar relacionado a excreção das mesmas substâncias hormonais que foram responsáveis pelo amadurecimento da glândula no desenvolvimento do feto, e que seriam ativadas de novo na maturidade .
Outra teoria que se manifestou foi apresença de um microrganismo.


Sinais e sintomas

Podem ser sintomas obstrutivos ou irritativos.
TANAGHO Emil A. et. al. Descreve que os principais sintomas obstrutivos são:
• Hesitação;
• Diminuição da força e do calibre do jato de urina;
• Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga;
• Dupla micção;
• Esforço miccional e gotejamento terminal.
E ainda que os sintomas de irritaçãosão:
• Urgência;
• Polaciúria;
• Noctúria.



Diagnótico


Para o diagnóstico do CP, são fundamentais a anamnese, o exame físico, os exames laboratoriais (PSA), os exames de imagem, além da biópsia confirmatória (JR. NETTO, Nelson Rodrigues, 2007).
A biópsia é o teste que pode comprovar se a hiperplasia é benigna ou maligna e a partir dela o médico determina o tratamento.
De...
tracking img