Canção: um gênero textual na fronteira

CANÇÃO: UM GÊNERO TEXTUAL NA FRONTEIRA
ENTRE A ORALIDADE E A ESCRITA



RESUMO

O artigo que ora apresentamos constitui um breve estudo acerca do gênero textual canção, que localizado entre aoralidade e a escrita costuma ser confundido com a poesia ou considerado uma forma inferior de poesia, inclusive pelos manuais de língua Portuguesa, depreciação que acaba por obstar a utilização dessegênero em sala de aula. Embora reconheçamos seus pontos de convergência, nosso objetivo nesse trabalho é diferenciar o gênero Canção do gênero Poesia, explorando para tanto suas principaisparticularidades. Partindo das concepções de teóricos como Marcuschi (2005), Irene Machado (2008) e Nelson Costa (2007) dentre outros, dividiremos o presente trabalho em duas partes: na primeira exporemos ascaracterísticas gerais dos gêneros textuais ressaltando a diferença conceitual existente entre gêneros e tipos textuais, em seguida discorreremos sobre as especificidades do gênero canção, o qual nãopode ser considerado nem exclusivamente verbal, nem exclusivamente peça melódica, mas um conjugado das duas materialidades. O presente trabalho se justifica por acreditarmos que a canção, estando maispróxima da realidade dos educandos e estabelecendo relações com a vida fora da escola, tem potencial para contribuir a um aprendizado verdadeiramente significativo.

Palavras Chave: gênerostextuais, canção, poesia .


1. INTRODUÇÃO

O presente artigo apresenta um breve estudo acerca do gênero textual canção que, localizado entre a oralidade e a escrita, ainda é abordado como uma poesia deentretenimento por muitos manuais de Língua Portuguesa. O objetivo principal deste trabalho é comprovar que, provida de características próprias que a individualizam e determinam sua realização emcontextos específicos, a canção é um gênero textual que merece reconhecimento; além disso, tratando-se de canções populares, seu alcance em massa e seu alto poder atrativo fazem desse gênero uma...
tracking img