Campo magnetico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2937 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cap. 6 – Campo Magnético

A latitudes (norte ou sul) elevadas pode assistir-se ao aparecimento de
auroras (nos países nórdicos: “northern lights”). As auroras podem ter 200
km de altura, 4000 km de comprimento, em forma de arco, mas têm
somente cerca de 100 m de espessura. O que provoca as auroras e porque
é que são tão finas?
Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo MagnéticoElectromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

1

6.1. Introdução
Qual a origem do magnetismo?

Descoberta da bússola

???

China (~1000 BC)

Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

O termo magnetismo provém de magnetite (óxido de
ferro natural – Fe2O3). De acordo com registos de 800
a 600 a.C., este mineral que atraía pedaços de ferro,foi encontrado pela primeira vez perto da cidade de
Magnésia (Grécia antiga, hoje faz parte da Turquia e
chama-se Manisa.)
• Pierre de Maricourt (1269), descobre os pólos do iman. Os pólos
de mesmo tipo repelem-se; os pólos de tipo opostos atraem-se.
Conceito de polaridade.

S

N

S

N
N

N
S

S

N

S

N

S

Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético2

• Um magnete é um dipólo.
• Não há monopólos magnéticos.
• Se cortarmos um magnete
obtemos 2 dipólos.

a

meio,

• William Gilbert publica “De Magnete”
em 1600, que rapidamente se tornou
na bíblia da electricidade e magnetismo
da Europa. Sugeriu que a própria
Terra fosse um iman permanente.

William Gilbert (1544 - 1603)

Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6:Campo Magnético

O Pólo Norte Terrestre corresponde a um pólo sul magnético!

Pólo Norte

Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

3

Pólo Norte Magnético
Os pólos geográficos e magnéticos
terrestres não coincidem e a sua
posição relativa vai variando com o
tempo.

Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

• John Michell publica “A Treatiseof Artificial Magnets” (1750). Verifica
que os pólos magnéticos exercem forças atractivas ou repulsivas,
uns sobre os outros, e tais forças variam com o inverso do
quadrado da respectiva distância.
A relação entre magnetismo e electricidade foi
descoberta por Oersted em 1819 quando descobre
que a corrente eléctrica que percorria um condutor
provocava o desvio da agulha de uma bússola.Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

4

A experiência de Oersted constituiu o ponto de partida
para as pesquisas que Ampère viria a realizar, durante
as quais iria concluir que uma agulha magnética podia
ser usada como um instrumento para detectar uma
corrente eléctrica (invenção do galvanómetro).
Descobre a causa do magnetismo. Sabem qual é?
André Marie Ampère,(1775-1836)

Porque é que há materiais que apresentam estas propriedades?

Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

O spin do electrão e o movimento do electrão em torno do núcleo,
constituem pequenos magnetes.
Usualmente o movimento do enorme número de electrões contido nos
materiais
não
apresenta
orientações
preferenciais
(orientados
aleatoriamente), nãocausando por isso nenhum efeito resultante. Mas
nos materiais magnéticos, alguns electrões tendem a alinhar-se, criando
um efeito magnético não negligenciável.

•A
maior
parte
dos
materiais não é magnético
• Os
magnetes
naturais
denominam-se
materiais
ferromagnéticos (como o
ferro): Fe, Co, Ni

Ampère afirma que o magnetismo é uma consequência de correntes
eléctricas circulares.Electromagnetismo D (MIEBiol 2011/12)
Cap 6: Campo Magnético

5

1820, Faraday verifica que uma corrente eléctrica
pode ser induzida num circuito, seja pelo movimento
de um íman, perto do circuito, seja pela alteração
duma corrente num outro circuito, vizinho ao primeiro.
Um campo magnético variável cria um campo eléctrico.

Michael Faraday
(1791-1867)

• 1873, J.C. Maxwel enuncia...
tracking img