Camila rassi ja, aus der welt werdem wir nicht fallen. wir sind einmal darin. christian dietrich grabbe a presença do universo religioso no universo de trabalho tem sido ainda mais frequente com a explosão da religião e

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2502 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO DE L-ARGININA SOBRE A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: UM ESTUDO DE REVISÃO


Lays Yane Bezerra Franco (1)
Vanessa Fernandes Coutinho (1)
Cezar Henrique de Azevedo(1)


RESUMO

A hipertensão arterial sistêmica é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial. Esta, por sua vez, ainda semostra como grave problema de saúde pública mundial, sendo causa direta ou indireta de cerca de 7,5 milhões de mortes anualmente. Na tentativa de controlar este agravo, várias pesquisas demonstraram que quando há uma intervenção imediata na hipertensão a morbi-mortalidade vascular é bastante reduzida. Neste contexto, o aminoácido L-arginina vem sendo encarado como uma importante alternativa decombate à hipertensão por ser substrato fisiológico na síntese de um potente vasodilatador endógeno: o óxido nítrico. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo realizar uma revisão na literatura sobre os possíveis efeitos da suplementação de L-arginina sobre esta patologia. Para tanto, foram realizadas pesquisas bibliográficas nos bancos de dados eletrônicos científicos (PubMed, Medline),em livros, teses e dissertações acerca do tema. Por meio desta revisão, foi possível constatar estudos cujos resultados têm sido mistos, onde se utilizou a suplementação de L-arginina com a finalidade de induzir a vasodilatação, mecanismo prejudicado pela disfunção endotelial. Apesar da existência de resultados diversos entre estes estudos, pode-se inferir que a suplementação deste aminoácido,quando em doses e tempo satisfatórios são capazes de melhorar as propriedades vasodilatadoras do endotélio, podendo desta forma, ser encarada como uma importante alternativa no tratamento da hipertensão arterial sistêmica.

PALAVRAS-CHAVE: Hipertensão arterial sistêmica; L-arginina; Óxido nítrico; Suplementação.

ABSTRACT
The systemic arterial hypertension is a multifactorial clinical conditioncharacterized by high levels and sustained of blood pressure. And this, for its turn, still shows up as serious public health problem worldwide, and direct or indirect cause about 7.5 million deaths annually. In an attempt to control this disorder, several studies have shown when there is an immediate intervention on the hypertension vascular the morbi-mortality is greatly reduced. In thiscontext, amino acid L-arginine has been regarded as an important alternative to combat the hypertension because it is a physiological substrate in the synthesis of a potent endogenous vasodilator: nitric oxide. So, this present study had as its goal to make a review in the literature about the possible effects of supplemental L-arginine on this pathology. For this, we have conducted literaturesearches in scientific electronic databases (PubMed, Medline), in books, theses and dissertations on the subject. By this review, it had the possibility to get sure that the studies whose the results have been mixed, which was used supplemental L-arginine in order to induce vasodilatation, impaired mechanism for endothelial dysfunction. Despite the different results between these studies, we can realizethat this amino acid supplementation, while satisfactory doses and time they are able to improve the endothelium vasodilatory properties , which may thus, to be seen as an important alternative to the  hypertension systemic blood treatment.
 KEYWORDS: Hypertension, L-arginine, Nitric oxide; Supplementation.

1. Nutricionista, Programa de Pós Graduação em Nutrição Clínica - Metabolismo,Prática e Terapia Nutricional - Universidade Gama Filho, João Pessoa-PB.



INTRODUÇÃO
A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial (PA) (VI DIRETRIZES BRASILEIRAS DE HIPERTENSÃO ARTERIAL, 2010), constituindo-se o principal fator de risco para complicações cardiovasculares e renais, sobretudo...
tracking img