Caldeirão vivo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (389 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Os jornalistas e fotógrafos Leandro Freire e Sheyla Castelo Branco recontaram a história do Caldeirão, de tal forma, que despertou o interesse das pessoas. Revelaram cenas da vida ainda presentes nosítio e resgatam um pouco da história dele.
São 29 imagens em exposição, que narram à história do sitio Caldeirão, apesar da mesma ter sido silenciada, que fica localizado no distrito de Santa Fé a30 km da cidade do Crato.
Antes do documentário, os organizadores da Exposição recitaram um poema de Patativa do Assaré, titulado “Beato José Lourenço”, que fala sobre o líder do Caldeirão, fielseguidor de Padre Cícero que acolhia os necessitados e pregava a fé.
Raimundo Batista, uma espécie de guia informal, narra no documentário sobre seu dia-a-dia e a história do local onde vive. Informa quetem 14 filhos e 36 netos e que nunca teve preguiça de trabalhar. É ele que cuida do sítio. Durante o documentário, convidados, como Carla Michele Quaresma, relatam a importância do Seu Raimundo e doCaldeirão para os observadores, pesquisadores, turistas ou pessoas que apenas querem conhecer mais a fundo a história do sítio.
A exposição foi premiada através do concurso público – IV Edital dasArtes (área de fotografia) e mostra para as pessoas a importância de trazer o Caldeirão para mais perto do nosso povo e da nossa gente. Trás a mensagem da comunicação, que é compartilhar. Ela buscaainda, retratar as belezas e a pureza do nosso sertão. Desde o agricultor – o seu trabalho e a sua forma de vida simples – até o olhar inocente de uma criança – suas brincadeiras e sua pureza.
No local daexposição, foi colocado um altar com a imagem do Beato José Lourenço e no local do documentário havia um cenário retratando bem o sertão nordestino. No final da Exposição houve uma apresentação doGrupo Folclórico Mira Ira.
Enfim, a Exposição quer passar para as pessoas que o povo está sempre na posição de “acuado” e fragilizado. A exposição mostra esse povo. Mas apesar disso, não deixam de...
tracking img