Caixilharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6226 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
esad

Inovação na Indústria da Caixilharia

Filipe Chaves
GESTÃO DA INOVAÇÃO Mestrado em Design Industrial 2003/2004

MDI.04

Gestão da Inovação

ÍNDICE
1 Objectivos 2 Introdução histórica 3 Propriedades dos materiais 4 Inovação no processo 5 Inovação no produto - Materiais do futuro
5.1 5.2 5.3 5.4 5.5 5.6 5.7

1 1 3 4 4 4 5 5 5 5 5 5 6 7 9 10 11 11 11 12 13 14 15 15 15 16 17 1819 20 21 23 31

Inovação na Indústria da Caixilharia

Compósitos de madeira e plástico - WPC’s Pultrusão Pultrusão de termoplásticos Materiais baseados em poliestireno Materiais baseados em ABS/ASA PVC-U Celular O futuro dos novos materiais

6 Modelo de processo de inovação na indústria da caixilharia. 7 Análise económica e do mercado da caixilharia 8 EuroWindoor como promotora da inovação 9Potenciais para a inovação na indústria da caixilharia 10 Caso de estudo 1 - Deceuninck
10.1 10.2 10.3 10.4 10.5

História da empresa Estratégia empresarial Zendow Gestock Dpwindow

11 Caso de estudo 2 - Decafil
11.1 11.2 11.3 11.4 11.5

História da empresa Estratégia empresarial Página na internet Técnica para curvar Lacagem personalizada

12 Conclusão Bibliografia Anexo 1-Saint-Gobain SGG Bioclean Anexo 2 - Perfís da deceuninck (Layout) Anexo 3 - Questionário Sortec

i

MDI.04
OBJECTIVOS

Gestão da Inovação

Inovação na Indústria da Caixilharia

1

Com este trabalho, pretendo: a. Numa primeira fase mostrar uma comparação evolutiva dos materiais utilizados na indústria da caixilharia para o isolamento de uma casa; b. E numa segunda fase analisar a inovação domodelo de negócio da indústria de caixilharia nos nossos dias com dois casos de estudo.

2600 A.C.

Introdução Histórica

2

A evolução da caixilharia, acompanhou a humanidade desde que esta começou a ocupar espaços para abrigo e contemplação.
Fig. 1 - Pirâmide Egípcia.

2100 A.C.

Assim, desde as civilizações antigas - Egípcia, Suméria e Mesoamericana que as aberturas nas paredes têmvindo a evoluir. As “janelas” egípcias, eram geralmente muito pequenas , permitindo apenas arejar, com o mínimo de invasão da luz solar. Eram viradas a norte para permitir a entrada de ar fresco. A construção era bastante pesada, com blocos de pedra ou barro empilhados uns nos outros, trazendo impedimentos à existência de grandes aberturas. As aberturas raramente eram protegidas, ficando o ambienteinterior em contacto directo com o exterior.
Fig. 2 - Zigurat na Mesoputâmia

1200 A.C.

As civilizações clássicas - Grécia e Roma - sofriam também do mesmo problema constructivo, limitando as aberturas à necessidade de arejamento e nalguns casos já na procura de alguma luminosidade, como pode ser observado na figura 5, onde a casa já apresenta uma abertura relativamente pequena. As portascom o elemento de entrada queriam-se grandes e largas, proporcionais à sumptuosidade que se pretendia para o local. Eram geralmente em madeira em alguns casos revestidas a metais preciosos .
Fig. 1 - Pirâmide Mesoamericana.

447 A.C.

Durante toda a época medieval, as aberturas nas paredes representavam um ponto fraco na estrutura defensiva que pretendiam ser os castelos as igrejas, catedrais eas casas, sendo reduzidas a umas aberturas muito estreitas com o intuito de arejar. A introdução da porta elevadiça na construção militar das fortificações revelou uma inovação na promoção da sua defesa. Mais tarde, com a evolução da arquitectura e da nova imagem instituída dos templos religiosos como sagrados, a procura da luz dádiva de Deus, começou a dar frutos. Aparecem então as rosáceas nosfrontais das Igrejas do período românico, como podemos ver na figura 6. As janelas altas e muito estreitas são também uma característica marcante deste período. A utilização do vidro torna-se bastante evidente nestes templos. O arquitectura durante o período gótico, evoluíu para janelas muito grandes, largas, procurando reduzir ao mínimo os elementos estruturais e aproveitar o máximo de luz do...
tracking img