Cadastro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (332 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Irretroatividade da Lei Penal

“Art. 2º Ninguém pode ser punido por fato que lei posterior deixa de considerar crime, cessando em virtude dela a execução e os efeitos penais da sentençacondenatória.
Parágrafo único. A lei posterior, que de qualquer modo favorecer o agente, aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado”.

FundamentoConstitucional:
A lei penal só retroagirá para beneficiar o acusado.
Regra: lei penal não pode retroagir;
Exceção: lei penal retroagirá quando trouxer algum benefício para o agente no caso concreto;Aplicação: restringe-se às normas de caráter penal.

Vigência da lei:
Art. 1º LICC: Salvo disposição em contrário, a lei começa a vigorar em todo o País 45 dias depois de oficialmente publicada.Entrada em vigor (nascimento da lei).
Revogação (morte da lei):
Somente se dá por outra lei;
a) expressa (lei posterior declara textualmente que a anterior não mais produz efeitos);
b) tácita (leiposterior é incompatível com lei anterior ou regula inteiramente a matéria antes tratada);

Atividade
Fenômeno pelo qual a lei regula toda as situações ocorridas durante seu período de vigência(regra);
Extra-atividade
Fenômeno pelo qual a lei regula situações fora de seu período de vigência (exceção).
-Retroatividade (lei alcança fato praticado antes de sua entrada em vigor);
-Ultra-atividade(lei irradia efeitos, mesmo após a cessação de sua vigência, para alcançar fato praticado ao seu tempo).

Hipóteses de Lei Posterior:
a) Abolitio criminis (lei posterior deixa de considerar umfato criminoso)
Conseqüências: Inquérito policial ou processo penal são imediatamente trancados e extintos; sentença condenatória cessa imediatamente sua execução e todos os seus efeitos penais,principais e secundários.
b) Novatio legis in mellius (lei posterior que, de qualquer modo, venha agravar a situação do agente no caso concreto);
c) Novatio legis in pejus (lei posterior que, de...
tracking img