Cabanagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3589 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Janeiro – 26
Fevereiro – 10 – 13 – 14 – 19 – 20 – 22
Março 06 – 10 – 15 – 22 – 28
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro 18 19
Outubro – 18 – 22 – 23 – 25 – 28
Novembro – 04 – 20 – 23
Dezembro

22.10.1834 – VILA NOVA – PA
Cabanagem. Na região do Acará, foram dados, na jornada, os primeiros tiros da Cabanagem. O destacamento do maj. José M. Nabuco de Araíjo, enviado para dissolver agrupamentoshostis reunidos na fazenda Malcher, acampou em terreno daquela propriedade. Política, social e economicamente, os ânimos estavam tão raivosos e profundamente divididos que toda palavra teria som de agravo. Os manifestantes cabanos. trabalhados por motivação políticas regionais , porém mobilizados voluntariamente em favor de reformas sociais, entenderam ameaçadora a presença da força. Atacaram-na,matando o maj. Ara´´ujo e três praças. As demais fugiram. O gesto, terrivelmente consequente, tivera seu impulso fornecido por três dos futuros principais líderes cabanos Antônio Vinagre e os irmãos Eduardo e Geraldo Nogueira, mais conhecidos pela alcunha de Angelim.
19.9.1836 – OEIRAS – PA
Cabanagem. Ataque dos governistas à posição defendida por 800 dos melhores combatentes cabanos. Luta iniciadapelo brigue Brasileiro, cinco canhões, mando do ten. Carlos Rose. Por terra, avançou a tropa do tenente de artilharia Higino José Coelho. Resultado indeciso na jornada. No dia seguinte, 20.9, tendo se aproximado e aberto fogo o brigue Cacique, a luta recrudesceu, terminando com a vitória legalista. Caía, em Oeiras, o último ponto organizado e forte da Cabanagem
22.3.1837 – OEIRAS – PA
1837 - O 1°Tenente Felipe José Pereira Leal derrota os revoltosos que tentam apoderar-se da Vila de. Para surpreender a guarnição, haviam estes escolhido a hora em que sabiam dever encontrá-la sesteando, e com as maiores precauções chegaram até as sentinelas sem serem pressentidos. O 1° Tenente Leal, ouvindo os primeiros tiros, corre ao combate apenas com um contingente de 20 soldados do 4° Batalhão, quedepois é reforçado pela guarnição de bordo, desembarcada a toda pressa. Esperavam os rebeldes ser auxiliados pelos índios Mundurucus; estes, porém, não tomaram parte na ação e, antes, conservaram-se a distância, disparando de quando em vez uma ou outra flecha, que não atinge os combatentes. Sem esperanças de tomar a vila, consumidos os últimos cartuchos e cansados pela heróica resistência, resolvemos assaltantes repassar às trincheiras e retiram-se deixando no lugar da luta 248 cadáveres. O 1° Tenente Leal deveu a vida, nesse dia, a um soldado de nome Resende, do Batalhão de Artilharia da Marinha. "Vendo-o acometido por três revoltosos, Resende, que em lugar de espingarda levava um dos bacamartes da Escuna Rio-Grandense, quase à queima roupa, dispara sua arma contra um dos inimigos, que caiulogo morto; volta em seguida o bacamarte e tão forte pancada descarrega sobre a cabeça do segundo, que não só o prostrou moribundo como quebrou a coronha da arma; finalmente, quando o terceiro procurava fugir, cravalhe na região dos rins um grande punhal, causando-lhe profundo ferimento, de que pouco depois expirou", narra o próprio 1° Tenente Leal no trabalho que publicou em 1879, como correçõesà história do Conselheiro Pereira da Silva.
10/02/1836 – VIGIA – PA
Conflito durante a Cabanagem, com a retomada da vila pelo governo, que estava sob o poder dos cabanos. Foi comandado por Bartolomeu Hayden. Os cabanos resistiram, e foram desalojados com a baixa de 8 cabanos e 14 prisioneiros.

22.7.1835 – VIGIA – PA
Cabanagem. O ex-sargento de guardas municipais, Portilho, então dos maisnotórios chefes cabanos, assumiu o comando de 800 revoltados, atacou, tomou e saqueou a vila, com largo morticínio entre os habitantes. A defesa, guardas nacionais e voluntários civis, portara-se bem, superada pelo número dos atacantes. Morreu, batendo-se, o comandante da mesma, ten. Cel. Raimundo Antônio de Souza Álvares e um major, três capitães, um alferes e mais de 70 praças da GN

 guerra iniciou...
tracking img