Caatinga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
VISTO   ______________ S/3 72º BIMtz |   |
VISTO   ____________ O PAI |   |
Estudo para o Caatingaofidismo

I. INTRODUCÃO
- Importância da instrução
 
II.DESENVOLVIMENTO
Conceito:
A. Animal peçonhento é aquele que segrega substância tóxica e possui um aparelho inoculador específico com o fim de ser utilizado como arma de caça ou defesa
 
B. Animal Venenoso é aqueleque para produzir efeitos prejudiciais necessita que seja ingerido pelo homem
 
- SAPO CURURU (Bufo schneideri)
·        Bacia Amazônica
·        Quando se sentem ameaçados, segregam, por um líquido branco e leitoso, bufotoxinas, tóxicas para muitos animais;
·        Há registro de vários relatos de morte de animais, incluindo humanos, depois do seu consumo.
 
- BAIACU (Diodon holocanthus)•          Recifes de corais no litoral
•           A tetrodoxina fica armazenada numa pequena bolsa situada junto ao aparelho digestivo
•           Queda da pressão sangüínea, perda da força física,  comprometimento da fala e da respiração, dor de cabeça e  problemas gastrointestinais.
•           Paralisia total - a vítima fica paralisada, mas consciente. a morte pode ocorrer devido ao colapsodos pulmões e coração

- POTÓ (Paederus irritans)
•          É um inseto venenoso da Ordem Coleoptera, a mesma dos besouros, mas seu corpo pequeno e roliço lembra mais uma formiga.
•          se alimenta de material putrefato, formigas e cupins
•           cabeça e tórax pretos e abdomen vermelho
•           possui um par de pequenas asas posteriores, seis patas e uma cauda semelhante a deum escorpião
•           muito conhecido nas regiões Norte e Nordeste, onde é temido pois dentro dos seus fluidos existe uma substância - a pederina, que em contato com a pele do homem provoca necrose cutânea (queimaduras).
•          Quando o inseto pousa sobre a pele da pessoa, ela bate sobre o inseto no intuito de matá-lo, liberando a pederina, formando bolhas e feridas abertas. Não é aurina do inseto que ao ser expelida queima a pele como muitas pessoas acreditam;
•           Hábito noturno - a ocorrência de sua queimadura acontece geralmente quando a vítima está dormindo. É no pescoço o local de maior incidência de lesões. Na face, pode provocar prejuízo maior se próximo aos olhos.
 
TRATAMENTO: 
 - use mosquiteiros nas camas e berços (SFC);
-   lave o local imediatamenteapós o contato com água e sabonete anti-séptico;
-   evite a exposição ao sol do local atingido;
-   corticoterapia tópica de baixa potência (pomadas antiinflamatórias);
-  antibioticoterapia tópica e / ou oral:
-  procure um dermatologista.
 
C. FUNÇÕES DA PEÇONHA:
Ÿ   Digestiva
Ÿ   Paralisante
 
D. AÇÕES PATOGÊNICAS:
Ÿ   Ação proteolítica (Decomposição das proteínas; necrose)
Ÿ  Ação hemolítica (Destruição dos glóbulos vermelhos)
Ÿ   Ação coagulante (Retarda e/ou impede a coagulação do sangue)
Ÿ   Ação neurotóxica (Ataca o sistema nervoso)
 
E.  FATORES QUE INFLUEM:
Ÿ   local da picada
Ÿ   agressividade
Ÿ   quantidade inoculada
Ÿ   toxidez da peçonha
Ÿ   receptividade da vítima
Ÿ   peso da vítima
 
F. SERPENTES
1. Classificação das espécies das serpentes: FAMÍLIA | GÊNERO | NOME VULGAR |
  CROTALIDAE | Bothrops | Jararaca |
Crotalus | Cascavel |
Lachesis | Surucucu |
ELAPIDAE | Micrurus | Coral |
  BOIDAE   | Boa constrictor | Jibóia |
Eunectes marinus | Sucuri |
      2. Disposição dentária- Áglifas      Ex: jibóia
- Opstóglifas    Ex:falsa coral
- Proteróglifas    Ex:coral
- Solenóglifas  Ex:cascavel
 
3.Órgão Sensoriais
•          - VISÃO
- Apenas percepção de movimentos
- Incapaz de focalizar uma imagem
•          AUDIÇÃO
- Bastante rudimentar, não possuem ouvidos externos
      - Percepção de vibrações  do solo através da mandíbula
•           TATO
   - Pouco desenvolvido e relacionado  ao acasalamento
•          OLFATO
- Bem...
tracking img