Caatinga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1997 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CEMA – CENTRO EDUCACIONAL MIGUEL ALVES
PEDRO ARAUJO E SILVA

CONSERVAÇÃO DO BIOMA CAATINGA

Camaçari – Ba
2012
PEDRO ARAUJO E SILVA

CONSERVAÇÃO DO BIOMA CAATINGA

Relatório final, apresentado ao Centro Educacional Miguel Alves - CEMA, como parte das exigências para a obtenção de Técnico de Meio Ambiente.Orientadora: Prof












Camaçari – Ba
2012


PEDRO ARAUJO E SILVA

CONSERVAÇÃO DO BIOMA CAATINGA

Relatório final, apresentado ao Centro Educacional Miguel Alves - CEMA, como parte das exigências para a obtenção de Técnico de MeioAmbiente.

APROVADA: xx/xx/xxxx.

________________________________________
Prof.:Um carinho exclusivo ao meu pai e a
minha mãe, pelo apoio que sempre me
deram, e em especial a minha noiva.
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
TE AMO mozinho





AGRADECIMENTOS.



“ O bom humor espalha mais felicidade que todas as riquezas do mundo. Vem do hábito de olhar para as coisas com esperança e de esperar o melhor e não o pior.”
Alfred Montapert
RESUMOOBJETIVO?
METODO?
RESULTADO?
CONCLUSÕES?

ABSTRACT

SÚMARIO

INTRODUÇÃO

A caatinga é a vegetação que ocorre na porção semi-árida do Nordeste. O bioma ocupa uma área de aproximadamente 800.000 km², correspondendo a 10% do território brasileiro (HUECK, 1972; AB’SABER, 2003; FERNANDES, 2003). Cobre a maior parte dos Estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco,Alagoas, Sergipe, Bahia e parte norte de Minas Gerais.
Esse bioma é considerado o principal ecossistema existente na Região Nordeste, o clima da região semi-árida apresenta como característica marcante a irregularidade do regime pluviométrico, com duas estações definidas: a estação chuvosa (inverno) que dura de três a cinco meses e a estação seca (verão) que dura de sete a nove meses. As chuvas sãointensas e irregulares no tempo e no espaço, provocando periodicamente a ocorrência de secas prolongadas (ANDRADE, 2008).
Predomina na região, o relevo com altitudes com menos de 500 m, situado entre superfícies que atingem cotas de 800 a 1100m no Planalto da Borborema, Chapadas do Araripe e da Ibiapaba; chegando a 1.200 m na Chapada Diamantina (NIMER, 1972; AB’ SÁBER, 2003). Nas depressõesinterplanálticas (Depressão Sertaneja), ocorre a paisagem típica do semi-árido nordestino, sendo caracterizada por uma superfície de pediplanação bastante monótona, relevo suave-ondulado, e cortada por vales estreitos, com vertentes dissecadas (SILVA, 1992).
O estudo da florística e da fitossociologia de uma floresta representa o passo inicial para o seu conhecimento, pois associado a sua estrutura edinâmica pode-se construir uma base teórica que subsidie a conservação dos recursos genéticos a conservação de áreas similares e a recuperação de áreas ou fragmentos florestais degradados, contribuindo substancialmente para seu manejo ou inteira conservação dos fragmentos sem obter o uso dos seus produtos (VILEL, et al., 1993, citado por ARRUDA, 2005).
Estudos sobre a composição e a estruturada vegetação fornecem informações básicas para tomadas de decisões na aplicação de técnicas de manejo florestal ou de conservação, de forma que qualquer intervenção na floresta deve ser planejada, precedida de um inventário minucioso, que forneça estimativas da sua composição florística, das estruturas horizontal, vertical e paramétrica (SOUZA, sd; SOUZA, 2003).
O estudo e análises das áreas...
tracking img