Césio 137

Páginas: 26 (6394 palavras) Publicado: 24 de outubro de 2011
PRINCÍPIOS DE BIOSSEGURANÇA EM ODONTOLOGIA
INFECTION CONTROL IN DENTISTRY
Antonio Olavo Cardoso Jorge
Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté Faculdade de Odontologia de São José dos Campos/UNESP

RESUMO
O cirurgião-dentista, higienista bucal, auxiliares e técnicos de laboratório de prótese estão expostos a grande variedade de microrganismos veiculados pelo sangue e pelasaliva dos pacientes, os quais podem albergar agentes etiológicos de doença infecciosa, mesmo sem apresentar os sintomas clínicos ou mesmo sem desenvolver a doença em questão. Uma cadeia potencial de infecção cruzada, de um paciente para outro é estabelecida, através da contaminação de instrumentos e do pessoal odontológico, pelos microrganismos procedentes do paciente. O objetivo deste trabalho foi,através de revisão de literatura, discutir os métodos de controle de microrganismos utilizados pelo cirurgião-dentista na clínica odontológica diária. Para prevenção da infecção cruzada na clinica odontológica, o profissional deve empregar processos de esterilização dos materiais e seguir rigorosamente todos os procedimentos destinados a manter a cadeia asséptica. Tais procedimentos são realizadosem relação ao pessoal odontológico, aos instrumentos e acessórios, ao equipamento e ao paciente. PALAVRAS -CHAVE: biossegurança, esterilização, desinfecção, equipamento, proteção individual (EPI)

INTRODUÇÃO O objetivo prático da microbiologia é controlar microrganismos, para utilizar ou estimular aqueles com atividades úteis e inibir ou destruir os que são nocivos. O conhecimento e a aplicaçãodos métodos usados para destruir, remover ou excluir microrganismos é fundamental para realizar adequadamente a prática da odontologia. Os microrganismos são capazes de sobreviver em ambientes de diversas condições físicas. Existem, entretanto, limitações da capacidade de sobrevivência de determinado microrganismo em um meio ambiente desfavorável, as quais foram aproveitadas pelo homem comorecurso para controle dos mesmos. As principais razões para se desenvolver o controle de microrganismos são: a) prevenir a transmissão de doença e infecção; b) prevenir a contaminação ou crescimento de microrganismos nocivos; e, c) prevenir a deterioração e dano de materiais por microrganismos. A preocupação do homem em tornar os materiais isentos de microrganismos data de muito tempo. Ainda anterior aesta preocupação foi o fato do homem reconhecer a importância de se proteger de fontes de infecção. Assim, por exemplo, o exército de Alexandre o Grande, fervia a água para beber. Muitas outras civilizações antigas preservavam os gêneros alimentícios com sal, pela secagem e por aquecimento. Segundo Steiner, Doudoroff e Adelberg (1969), já em 1864, Lister, jovem cirurgião inglês, impressionado comos trabalhos de Pasteur, desenvolveu métodos para impedir o acesso de microrganismos aos ferimentos cirúrgicos, com a finalidade de evitar infecão microbiana (sepsia) nos tecidos após cirurgia. Pela esterilização escrupulosa dos instrumentos cirúrgicos, usos de bandagens com anti-sépticos (iodo) e conduzindo a cirurgia sob vaporização de desinfetante para impedir a infecção pelo ar, conseguiureduzir grandemente a sepsia cirúrgica. Lister, há mais de 100 anos, recomendava aos cirurgiões: “a contaminação deve obrigatoriamente ser vista com seus olhos mentais de maneira distinta do que podem fazer seus olhos corporais”. Hoje, uma área ativa de pesquisas microbiológicas é a investigação de métodos adicionais de preservação de alimentos e de impedientes de infecção por microrganismos do meioambiente e originários de

animais ou outros seres humanos. O objetivo deste trabalho, foi através de revisão de literatura, discutir os métodos de controle de microrganismos utilizados pelo cirurgião-dentista na clínica odontológica diária. REVISÃO DE LITERATURA Esterilização é a destruição ou remoção de todas as formas de vida de um dado material. Este termo não pode ser usado com sentido...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cesio 137
  • Cesio 137
  • cesio 137
  • Cesio 137
  • Césio 137
  • Césio 137
  • Cesio 137
  • Cesio-137

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!