Bullying: o comportamento intimidador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2156 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BULLYING: O comportamento Intimidador
Caroline da Paz Dias*
Daniela Barbosa da Silva**
Maria José Alves Santa Rosa***

Resumo: A violência nas escolas públicas tem tido grande repercussão na atualidade, especi-ficamente a prática do bullying, desse modo buscar embasamento teórico e verificar se a prá-tica de bullying prejudica a aprendizagem dos alunos do 7º ano do ensino fundamental deuma escola pública estadual de Janaúba/MG. Partindo dessa idéia, analisar se tanto escola - que é o contexto onde o fenômeno acontece freqüentemente - quanto à família - o “berço” onde as crianças recebem seus primeiros ensinamentos e punições - toma providência diante dessas atitudes. Foi feito um estudo de campo no qual utilizou-se questionários de caráter estrutura-do. Para a realização dessetrabalho, analisou-se o bullying como violência simbólica deter-minante na aprendizagem dos alunos alvos e assim a escola e a família sendo molas propulso-ras para um bom desempenho em sala de aula, pois sendo coniventes com essas ações, traumas irreversíveis podem se perpetuar ao longo da vida dos que sofrem de bullying.
Palavras-chave: Bullying, agressividade, comportamento, escola, aluno.INTRODUÇÃO

Um grande problema que vem enfrentando as escolas públicas é a questão da vio-lência, a qual é tão complexa e trás conseqüências negativas para a educação. Como a prática de bullying, que é um tipo de violência simbólica, tem sido freqüente, viu-se a necessidade de pesquisar a interferência dessas ações na aprendizagem dos alunos.
Analisar sobre a interferência do bullying no processode aprendizagem dos alunos de uma escola pública estadual de Janaúba/MG é de relevância para as instituições de
ensino, visto que estas poderão tomar medidas que possam amenizar ou até mesmo erradicar a prática de bullying em seu ambiente. É importante para a sociedade saber que essas práticas prejudicam a aprendizagem porque ela é também responsável pela conduta dos indivíduos. Um estudobibliográfico dessa temática é de suma importância para compreender o fenômeno e refletir criticamente.
Quem nunca fez chacota ou foi chacoteado por alguém, nas escolas? Com piadas, risadinhas e apelidos como “barrigudo”, “espanador”, “toquinho de amarrar jegue”, desse tipo. Houve relatos de alunos vítimas dessas brincadeiras, como:
“Me chamam de bola porque sou gordinho.” (A12)* e “Tenho um problemade bexiga e eles ficam me chamando de mijona.” (A14)**

Provavelmente sim, isso ocorre com freqüência entre crianças e adolescentes, trata-se de bullying. Esse termo é novo, mas vem sendo praticado há muito tempo sem o conhe-cimento de que essas ações poderiam se agravar.
A palavra bullying é derivada do verbo inglês bully que significa usar a superio-ridade física para intimidar alguém.Também adota aspecto de adjetivo, referindo-se a “valen-tão”, “tirano”. Como verbo ou como adjetivo, a terminologia bullying tem sido adotada em vários países como designação para explicar todo tipo de comportamento agressivo, cruel, intencional e repetitivo inerente às relações interpessoais. As vítimas são os indivíduos consi-derados mais fracos e frágeis dessa relação, transformados em objeto dediversão e prazer por meio de “brincadeiras” maldosas e intimidadoras. De acordo com Silva o preconceito é o principal motivador da prática de bullying. Esse se caracteriza como fenômeno repetitivo, ou seja, os alvos são objetos de diversão no cotidiano dos agressores. O bullying pode ser enten-dido como fenômeno de provocação/vitimação ou intimidação, para Neto (2005) “entende - se como atosagressivos”. Essa agressividade tem conseqüências negativas para os envolvidos – alvos, testemunhas e para os próprios agressores.
Vários são os sinais e sintomas possíveis de serem detectados nos alunos alvos de bullying, como, resistência em ir à escola e insegurança por estar no ambiente em que ele é vitimado, ficar isolado e irritado, dentre outros. Nesse sentido, o envolvimento família/escola é...
tracking img