Bullying na sala de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1476 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Pré - projeto:
O PAPEL DO PROFESSOR DIANTE DO BULLYING NA SALA DE AULA


INTRODUÇÃO

Brincadeiras de mau gosto como chamar o colega de baleia, feio, dentuço, ou seja, brincadeiras que de alguma forma tendem a ofender seus receptores, estão presentes no cotidiano das salas de aula e a partir do momento em que seus receptores passam a sofrer as conseqüências oriundas dessas brincadeiras,seja elas no âmbito afetivo ou na aprendizagem, esta criança se torna mais uma vítima do bullying.
O bullying é considerado toda forma de agressão, seja ela física ou verbal, sem um motivo aparente, causando em suas vítimas conseqüências que vão desde o âmbito emocional até conseqüências na aprendizagem.
Os Estados Unidos é um grande pioneiro nas pesquisas e também na prevenção e combate aobullying em suas escolas. Uma grande tragédia, ocorrida no ano de 2001, na qual dois jovens de 15 anos entraram em uma escola secundária e assassinaram a tiros treze alunos e em seguida se suicidaram. A polícia descobriu que esses dois alunos eram vítimas de bullying nessa escola.
No Brasil, o bullying passou a ser conhecido e estudado por vários profissionais. Um projeto está sendo elaborado com oobjetivo de conscientizar e prevenir a ocorrência de bullying nas escolas. Professores e alunos participaram do projeto a fim de obter resultados positivos.
O título da presente pesquisa é: O papel do professor diante do bullying na sala de aula. Portanto esta pesquisa tem como objetivo estudar o papel do professor, ou seja, sua importância na prevenção e no combate ao bullying no cotidianoescolar e também tem o objetivo de analisar se as ações, ou seja, as atitudes docentes podem de alguma forma gerar o bullying na sala de aula.


FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

1. O bullying
Os estudos sobre o bullying se iniciaram com pesquisas do professor Dan Olweus, da Universidade de Bergen, na Noruega (1978 a 1993) e com a campanha nacional antibullying nas escolas norueguesas.
No início dos anos70, Dan Olweus iniciava investigações na escola sobre o problema dos agressores e suas vítimas, embora não se verificasse um interesse das instituições sobre o assunto.
Já na década de 80, três rapazes entre 10 e 14 anos, cometeram suicídio. Estes incidentes pareciam ter sido provocados por situações graves de bullying, despertando, então, a atenção das instituições de ensino para o problema.Olweus pesquisou inicialmente cerca de 84.000 estudantes, 300 a 400 professores e 1.000 pais entre os vários períodos de ensino. Um fator fundamental para a pesquisa sobre a prevenção do bullying foi avaliar a sua natureza e ocorrência. Como os estudos de observação direta ou indireta são demorados, o procedimento adotado foi o uso de questionários, o que serviu para fazer a verificação dascaracterísticas e extensão do bullying, bem como avaliar o impacto das intervenções que já vinham sendo adotadas.
Nos estudos noruegueses utilizou-se um questionário proposto por Olweus, consistindo de um total de 25 questões com respostas de múltipla escolha, no qual se verificava a freqüência, tipos de agressões, locais de maior risco, tipos de agressores e percepções individuais quanto ao númerode agressores (Olweus, 1993a). Este instrumento destinava-se a apurar as situações de vitimização/agressão segundo o ponto de vista da própria criança. Ele foi adaptado e utilizado em diversos estudos, em vários países, inclusive no Brasil, pela ABRAPIA, possibilitando assim, o estabelecimento de comparações inter-culturais.
Os primeiros resultados sobre o diagnóstico do bullying foram informadospor Olweus (1989) e por Roland (1989), e por eles se verificou que 1 em cada 7 estudantes estava envolvido em caso de bullying. Em 1993, Olweus publicou o livro “Bullying at School” apresentando e discutindo o problema, os resultados de seu estudo, projetos de intervenção e uma relação de sinais ou sintomas que poderiam ajudar a identificar possíveis agressores e vítimas.
Essa obra deu origem...
tracking img