Bulimia e anorexia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2403 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Colegio

Bulimia e Anorexia

Lauro de Freitas – BA
2011

Colegio

Alunos:
Matéria: Educação Física

Bulimia e Anorexia
Trabalho elaborado pelos determinados alunos da turma 2001 e orientado pelo professor Jeferson com o intuito comentar sobre a bulimia e anorexia, doenças ligadas à alimentação.
Trabalho elaborado pelos determinados alunos da turma 2001 e orientado pelo professorJeferson com o intuito comentar sobre a bulimia e anorexia, doenças ligadas à alimentação.

Lauro de Freitas – BA
2011

Introdução
Bulimia e Anorexia são doenças ligadas à alimentação. As duas podem levar à morte. Nos dois casos, a pessoa desenvolve horror a engordar e se acha gorda, mesmo quando o mais honesto dos seus amigos lhe garante que ela não está.
Bulimia e anorexia são doenças queacontecem mais em mulheres jovens - mas nada impede que elas surjam em qualquer outro tipo de pessoa. Embora elas sejam mais comuns em adolescentes, já aparecem em meninas de 11 anos de idade.
Pessoas famosas como a cantora Karen Carpenter, Terri Schiavo e Ana Carolina Reston morreram por causa da doença.

Sumario

1. Introdução
2. Bulimia
3. Anorexia
4. Conclusão
5.Referências

Bulimia
É o transtorno alimentar caracterizado por episódios recorrentes de "orgias alimentares", no qual o paciente come num curto espaço de tempo grande quantidade de alimento como se estivesse com muita fome. O paciente perde o controle sobre si mesmo e depois tenta vomitar e/ou evacuar o que comeu, através de artifícios como medicações, com a finalidade de não ganhar peso.Existe uma tendência popular em achar que a bulimia é o contrário da anorexia. A rigor o contrário da anorexia seria o paciente achar que está muito magro e precisa engordar, vai ganhando peso, tornando-se obeso e continua a julgar-se magro e continua comendo. Isso seria o oposto da anorexia, mas tal quadro psiquiátrico não existe. Na bulimia o paciente não quer engordar, mas não consegue conter oimpulso para comer por mais do que alguns dias. O paciente com bulimia tipicamente não é obeso porque usa recursos extremos para eliminar o excesso ingerido. Enquanto a comunidade psiquiátrica mundial não reconhecer o binge como uma patologia à parte seremos obrigados a admitir que há 2 tipos de pacientes com bulimia: os que tentam eliminar o excesso ingerido por vômitos ou laxantes e os pacientesbulímicos que não fazem isso e acabam engordando, esse segundo tipo pode vir a constituir num outro transtorno alimentar, o Binge. Os pacientes com bulimia geralmente apresentam 2 a 3 episódios por semana, o que não significa que no resto do tempo esteja bem. Na verdade esses episódios só não são diários ou mesmo mais de uma vez ao dia porque o paciente está constantemente lutando contra eles. Essespacientes pensam em comer o tempo todo. A média de fracassos na tentativa de conter o impulso são duas vezes por semana.
Bulímico basicamente é um paciente com vergonha de seu problema, com sentimento de inferioridade e auto-estima baixa. O paciente reconhece o absurdo de seu comportamento, mas por não conseguir controlá-lo sente-se inferiorizado, incapaz de conter a si mesmo, por isso vê a sicomo uma pessoa desprezível. Procura esconder dos outros seus problemas para não o desprezarem também. Os pacientes bulímicos geralmente estão dentro do seu peso ou um pouco acima. Tentativas de dieta estão sempre sendo realizadas. Tentativas de adaptar os afazeres e compromissos rotineiros com os episódios de ingestão e auto-indução de vômito tornam seu estilo de vida bizarro, pois os episódiosdevem ser feitos às escondidas, mesmo das pessoas íntimas. Uma alternativa para a manutenção de seu problema escondido é a opção pelo isolamento e distanciamento social, que por sua vez gera outros problemas. Assim como a anorexia a Bumilia geralmente ocorre no adolescente, predominantemente nas mulheres. Os assuntos das conversas preferidos são relacionados a técnicas de emagrecimento. É comum o...
tracking img